Desde segunda-feira (1º/8), os trabalhadores de Cotia estão com acesso a uma nova ferramenta de serviços e programas, o Portal “Mais Emprego”.

 

O novo sistema, que gerencia os 11 postos da SERTs existente na região trará muitos benefícios aos trabalhadores cotianos, entre eles agilidade no atendimento e intermediação de mão de obra.

Trata-se de um novo meio de integração das políticas de emprego e renda do Ministério do Trabalho (MTE) com a sociedade. Com o novo site, será utilizada uma base de dados única em todo o Brasil, integrando informações de todos os estados, do Sistema Nacional de Emprego (Sine), Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTEs), Caixa Econômica Federal e entidades de qualificação profissional.

O novo portal permitirá ao trabalhador, gratuitamente, inscrever-se para oportunidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine); cadastrar-se; obter informações sobre seguro-desemprego; elaborar currículo; solicitar a carteira de trabalho digital; informar-se sobre PIS/abono salarial; e consultar, em tempo real, vagas disponíveis. Além disso, será possível sugerir a aplicação de cursos de qualificação profissional nos municípios.

Por meio desse novo sistema, o MTE também ampliará a intermediação de mão de obra para quem solicita o seguro-desemprego. Ao mesmo tempo em que entrar com o pedido do benefício, o trabalhador será encaminhado para vagas de emprego disponíveis, condizentes com sua ocupação anterior e com salário igual ou superior. O trabalhador que recusar o novo emprego sem justificativa legal terá o pagamento do seguro-desemprego cancelado, como previsto pela Lei nº 7.998/90, artigo 19, que regula o programa do seguro-desemprego.

A lei também prevê que, caso o trabalhador seja convocado para um novo posto de trabalho e não atenda à convocação por três vezes consecutivas, o benefício será suspenso. O encaminhamento do trabalhador, no ato da efetivação de seu requerimento, não representará impedimento à concessão do benefício. Se o trabalhador estiver em processo de seleção, terá direito a receber o seguro 30 dias após dar entrada e a tramitação não será afetada, salvo por comprovação de reemprego.

Com o pedido do seguro-desemprego o atendente do Sine analisará as ofertas de emprego disponíveis no Sistema e direcionará o trabalhador para uma vaga, que conforme prevê a legislação, deve ser condizente com a qualificação e a remuneração recebida no emprego anterior. Caso não haja vagas disponíveis nestas condições o atendente encaminhará o requerimento e o trabalhador desempregado poderá receber o benefício, desde que detenha as condições previstas (Lei 7.998/90). No entanto, se o requerente desempregado se recusar a aceitar a vaga indicada perderá o direito ao benefício.

Para obter mais informações sobre o novo sistema, o trabalhador deve acessar o site: (maisemprego.mte.gov.br) ou procurar a Secretaria de Trabalho e Emprego, que fica na Rua Monsenhor Ladeira, 38, Vila São Francisco.

Mais informações, ligue: (4243.7666 ou 4703-4541).

Da Redação

Visitantes Online:

Temos 396 visitantes e Nenhum membro online