As cidades da região Oeste atendidas pela AES Eletropaulo foram as mais afetadas, na semana passada, com as chuvas.

Os chamados atendidos representaram 1/3 das solicitações registradas em toda área de concessão da distribuidora.

 

O principal motivo das interrupções foi a queda de galhos e árvores na rede, responsável por 52% das ocorrências. Alagamentos e trânsito estão entre os fatores que as equipes da AES Eletropaulo tiveram de enfrentar para restabelecer a energia.

Avenida Santa Paula – Vargem Grande- 25/01/2011

Dos 24 municípios atendidos pela AES Eletropaulo, na região Oeste, as cidades mais impactadas foram: Vargem Grande, Cotia, Itapevi, Taboão da Serra, Embu, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra e Juquitiba.

Em função do tamanho das árvores e do comprometimento das vias públicas, em muitos casos a concessionária teve de trabalhar em conjunto com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Áreas foram interditadas e interrupções foram feitas em caráter de emergência, por medida de segurança. Só após a liberação das áreas por parte desses órgãos, as equipes da AES Eletropaulo puderam trabalhar no restabelecimento de energia.

Estrada das Mulatas – Cotia – 26/01

Para minimizar o impacto para a população, assim que acontece uma ocorrência, imediatamente são acionados dispositivos de proteção da rede, provocando o seu desligamento, para isolar o problema e evitar riscos. Logo em seguida, começam a ser realizadas operações de manobra, quando clientes abastecidos pelos circuitos danificados são transferidos para circuitos íntegros. O objetivo é isolar a área afetada para garantir que o menor número possível de consumidores fique sem energia, dentro dos mais altos padrões de segurança.

Rua Zoe D. Beniamino – Cotia – 12/01/2011

Trabalho preventivo

A distribuidora tem um plano preventivo que é executado durante todo o ano. Entre 2010 e 2011, a AES Eletropaulo está investindo R$ 1,4 bilhão na manutenção e expansão da rede. No ano passado, a distribuidora realizou 320 mil podas em galhos de árvores que estavam próximos da rede elétrica, sendo 122 mil na região Oeste da área de concessão.

Além das podas, destaque para o aumento dos sistemas de automatização da rede elétrica. A concessionária iniciou a instalação de mil religadores, equipamentos que possibilitam o religamento automático em casos de interrupções de energia, o que evita o deslocamento de equipes até os locais da interrupção.

Estrada da Capelinha – Cotia – 13/01

O plano de investimento da AES Eletropaulo também engloba obras e expansão de linhas de transmissão. Até o primeiro semestre de 2011, serão entregues duas novas subestações, com um total de 160 MVA de capacidade adicional para o sistema elétrico.

A concessionária também está promovendo melhorias em 15 subestações, que ao final, terão capacidade de 1.361 MVA, o que significa acréscimo de 28% na capacidade instalada. Além disso, os investimentos da concessionária incluem a construção de dez novas linhas e a ampliação de outras 14. No total, serão mais 71 km de rede.

Rua Mar Vermelho –Cotia – 31/01/2011

Serviço

Em caso de falta de energia, a AES Eletropaulo oferece os seguintes canais de comunicação:

A distribuidora dispõe de uma Central de Atendimento de Emergência 24 horas por meio do telefone 0800 72 72 196. Os clientes podem obter informações sobre falta de energia, casos de fio partido, poste abalroado, entre outros serviços.

Em ocorrências de queda de árvore, é preciso acionar a Defesa Civil pelo telefone 199 ou Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

AES Eletropaulo

Visitantes Online:

Temos 885 visitantes e Nenhum membro online