A Guarda Civil de Cotia prendeu na tarde dessa quarta-feira(21), alguns funcionários da Enob - empresa que presta serviço na coleta de lixo e na limpeza das ruas de Cotia e o administrador de um terreno localizado no Jardim Panorama. Após a voz de prisão, os guardas encaminharam todos à Delegacia de Cotia.

O local onde estava sendo jogado o lixo é um terreno particular. Um funcionário do dono do terreno, disse que o proprietário tinha autorização de um ex-vereador para fazera desova. Disse também que sabia que era proibido.

O terreno fica perto do Rancho dos Gnomos, cujo local é velho conhecido de desova de entulho. Ao lado do Rancho passa um córrego, já assoreado por essas desovas. Em época de chuvas a comunidade sofre com inundações nas ruas.

Nossa reportagem flagrou um monte de entulho logo após o asfalto do Rancho dos Gnomos, comprovando mais crime ambiental na região.

A denúncia

O que chamou a atenção dos moradores, foi uma forte nuvem de fumaça, fruto de fogo na mata. Ao chegar ao local e flagrar um caminhão da Enob desovando o lixo, Marcos Pompeu, do Rancho dos Gnomos chamou os bombeiros e a Guarda Civil. Uma equipe que fazia filmagem no Rancho filmou tudo.

A equipe C dos Guardas Civis Amaral e Caruso foi a primeira a chegar ao local. Quando nossa reportagem chegou, eles estavam saindo do terreno e nos avisaram que estavam indo para a Delegacia de Cotia.

A Secretaria de Habitação esteve no local com a prerrogativa de fiscalização, após também receber a denúncia de um aterro irregular.

O responsável técnico José Benvindo nos disse que não se tratava de entulho, mas de lixo mesmo. O Portal Viva conversou por telefone com o Secretário de Habitação - José Lopes Filho, que nos disse que a Secretaria irá notificar o proprietário, e tomará medidas para sanar o local.

O Boletim de Ocorrência foi registrado sob número 5221, como Crime Ambiental. O motorista do caminhão A.L.D., e o representante da empresa Enob, supervisor E.P.S. foram enquadrados no artigo 54 da Lei 9605/98 - "Causar poluição de qualquer natureza". Marcos Pompeu se apresentou como testemunha. Ninguém ficou detido, mas a empresa será multada por crime ambiental. O caminhão da Enob de placas CXA-2988, foi apreendido e ficou estacionado na porta do DP de Cotia.

Vizinhos

Em conversa com moradores da região, soubemos que aquela área tem recebido lixo há cerca de dois meses. "Todo o lixo que sobe é do bairro aqui embaixo. Ele é jogado lá a pedido do ex-vereador", disse uma moradora.

"O vereador diz que está tudo autorizado pela prefeitura", diz outro morador.

Um outro morador denunciou que a água que tem na valeta logo após o asfalto em frente ao Rancho dos Gnomos, não é água de chuva. "A água que empoça ali, é de mina d´água. Ali tem quatro minas e as pessoas acham que jogando entulho vão matar elas", disse. A valeta ali é tão absurda que tem pais que levam os filhos de cavalinho para a escola para não se sujarem, dizem os moradores.

"Moro aqui há mais de 20 anos. Aqui é desova de tudo, moça, tem cadáver, carro, lixo, entulho, o que a senhora quiser. Aqui é cemitério de tudo. Se olhar bem vai ver que tem até lixo hospitalar por aí", disse uma vizinha do local.

Matéria e fotos: Fau Barbosa

Visitantes Online:

Temos 917 visitantes e Nenhum membro online