O shopping Granja Viana, recentemente inaugurado enfrentou hoje mais um dia de inundação com as chuvas de verão. Hoje com as chuvas que caíram no meio da tarde procurei um local para me esconder e sair do trânsito da Raposo que já começava a travar.

Ao entrar no shopping pelo acesso ao G3 me deparei com a situação de ter que me molhar todo para poder pressionar o botão que abria a cancela, visto que a mesma não possuía cobertura para proteção.

No shopping, ainda no pavimento superior, me deparei com a inusitada situação de ouvir pelo sistema de som do shopping, a convocação para que todos os motoristas que haviam estacionado seus veículos no piso G1 se dirigissem ao local para transferí-los para o G2.

Desci até o local para verificar o que estava acontecendo e vi senhoras com crianças no colo, gestantes e idosos perplexos, desorientados, tentando chegar rapidamente em seus veículos a fim de transferí-los para o piso G2 conforme solicitado. Porém com a falta de sinalização adequada, as pessoas não conseguiam encontrar com facilidade o acesso ao G2. Só não se transformou em uma situação mais grave porque o número de veículos não era tão grande e o volume das águas ainda não estava significativamente alto para causar tumultos.

Felizmente desta vez o final ainda foi feliz.

Não é a primeira vez que acontece uma inundação no local. Em dezembro no dia 13 o shopping ficou com o primeiro piso totalmente alagado, a água entrou até dentro dos elevadores, conforme afirmação que consta na Ata da reunião do Grupo Think Thank, publicada na Cidade Democrática - http://www.cidadedemocratica.org.br/topico/2423-shopping-granja-viana-construido-sobre-o-corrego.

A bem da verdade as chuvas não invadiram o Shopping. Foi o Shopping que “invadiu” o local, por onde as águas escoavam pelo Córrego Buraco do Sapo. E as águas não vão desistir de procurar o seu local de vazão.

Resta saber porque a administração do Shopping, ciente dos problemas e dos riscos envolvidos, não interditou a título preventivo o acesso dos frequentadores ao G1 até que uma solução possa ser dada ao problema.

Já que o Shopping não tomou a iniciativa, esperamos que as autoridades competentes possam fiscalizar e exigir que uma solução seja dada a fim de que uma tragédia possa ser evitada.

Os sinais estão bem claros e o final, apesar do susto, ainda é feliz.

Wlad Farias

N.R. Cópia dessa carta foi encaminhada à Assessoria de Imprensa do Shopping Granja Viana em 15/01/2011

.........................................

NOTA DO SHOPPING

O Shopping Granja Vianna informa que o estacionamento está funcionando normalmente e o problema foi rapidamente solucionado, sem maiores danos aos seus clientes ou arredores.

O estacionamento foi parcialmente fechado, por poucos minutos, pelo excesso de água devido às fortes chuvas que atingem São Paulo.

Assessoria de Imprensa

Visitantes Online:

Temos 714 visitantes e Nenhum membro online