Por Fau Barbosa

No último sábado à noite, depois de sair de uma sessão de cinema com a família, eu, meu marido e meus dois filhos seguíamos pela Estrada Velha de Sorocaba em direção ao viaduto do km 22,8, quando fomos literalmente engolidos por uma cratera no asfalto.

O buraco, com cerca de um metro e meio de comprimento, 40 cm de largura e uns 30 cm de profundidade, localizado num lugar sem iluminação, acabou por engolir as duas rodas direitas do nosso carro.

O impacto foi tão forte que minha filha que estava com o irmão no banco de trás, acabou batendo as costas na porta e se machucando.

Depois do susto, estacionamos o veículo na entrada da rampa da Dona Deola e para nossa surpresa, o tal buraco havia amassado as duas rodas, arrancado as duas calotas e furado os dois pneus.

Enquanto isso, outros veículos iam caindo dentro da cratera que ia ficando com as marcas das latarias e com certeza, das suspensões dos veículos.

O tal buraco, continha ainda, um cone deitado dentro dele, que supostamente deveria sinalizar o local, mas já estava todo quebrado. Afastei o cone do meio do buraco para poder fotografar e mostrar a profundidade.

Foto feita na hora do acidente mostra a profundidade da cratera que engoliu até o cone

Documentando a situação durante o dia

No dia seguinte, no domingo pela manhã, voltei lá para documentar o absurdo em que se encontra o local.

Veículos desviam pela contramão para não serem engolidos. À noite, não vêem o buraco.

Marcas de ranhuras deixadas nos asfalto pelos veículos que caíram na cratera

A água do piscinão já havia baixado e aí foi possível mostrar o perigo a que os motoristas se expõem trafegando por ali. Não preciso dizer nada, só as fotos já falam por si.

O pior de tudo é que o local, por ser ermo, e ainda ter um "piscinão" lotado de outros buracos, acaba sendo propício não só a acidentes graves, como à assaltos.

Conversei nessa segunda-feira, por telefone, com o Secretário de Serviços Urbanos, Toninho Melo, que informou que os buracos aumentaram e não foram tapados por causa da chuva durante toda a semana. Ele prometeu que assim que o tempo melhorar irá tapar os buracos. E enquanto isso não acontece, ao menos irá sinalizá-los. Já é alguma coisa.

Questionado sobre o tal piscinão que esconde outros tantos buracos, ele disse ainda que irá conversar com o Secretário de Obras, pois o local não possui nenhuma drenagem, o que faz com que haja o acúmulo de água e consequente deteriorização do asfalto.

Está na hora de resolver esse problema, não???

Fotos: Fau Barbosa

Visitantes Online:

Temos 743 visitantes e Nenhum membro online