Por Thomas Moscovits

Não me canso em tocar neste assunto e me deixa bastante satisfeito saber que o tema câncer de mama está sendo abordado pelo mundo afora, por mulheres e homens, principalmente neste mês.

Sim, homens também. Você sabia que em 2008, 125 homens morreram por causa da doença, segundo o INCA? O câncer de mama é um tumor maligno que se inicia nas células do tecido mamário, que também está presente nos homens.

O Outubro Rosa é um movimento popular internacionalmente conhecido. Teve início nos Estados Unidos e, então, outubro ficou conhecido como o mês nacional de prevenção do câncer de mama.

Minha grande alegria, assim como de tantos outros colegas de profissão, é que realmente o número de mamografias aumenta em todo o mundo neste mês, o que significa que mulheres diagnosticadas com este tipo de câncer têm grandes chances de cura e de vencer a doença.

Isso é uma vitória diante da realidade brasileira, onde o tumor ainda é diagnosticado em estágios avançados, o que dificulta a esperança de cura.

De acordo com os dados divulgados pelo Jornal do Grande ABC, em 2011, 13.225 mulheres morreram no Brasil em decorrência de tumores nas mamas. A doença ainda é a responsável pelo maior número de casos de câncer e de mortes no sexo feminino em todo o mundo.

O Inca (Instituto Nacional de Câncer) prevê 57.120 novos casos até o fim de 2014, com cerca de 60 mulheres afetadas entre cada 100 mil. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), as taxas de incidência ajustadas por idade nos registros de câncer de base populacional de vários continentes foram aumentadas em dez vezes nas décadas de 1960 e 1970.

Friso aqui que a hereditariedade é responsável por apenas de 5% a 10% dos tumores malignos de mama. Portanto, faça o exame independente de ter casos, ou não, da doença na família.

Fez o exame e está tudo ok? Que bom!

Busque ter uma boa alimentação, não ter vícios e praticar exercícios físicos.

Desta forma você previne não só o câncer de mama, mas tantas outras doenças que assolam a humanidade.

Se você tem mais de 40 anos, peça ao seu médico o exame da mama.

No entanto, mesmo com a mamografia marcada, o autoexame da mama pode ser realizado em casa, uma vez por mês, e na semana seguinte do término da menstruação. Durante o toque, você vai procurar sentir se há caroços, retrações da pele ou secreções mamilares.

Lembre-se de que 80% dos nódulos mamários são benignos e apenas uma pequena porcentagem de secreções está relacionada ao câncer.

Como fazer o autoexame:

Você pode fazer em pé ou deitada.

Coloque a mão direita atrás da cabeça. Deslize os dedos indicador, médio e anelar da mão esquerda suavemente em movimentos circulares por toda a mama direita. Repita o movimento utilizando a mão direita para examinar a mama esquerda.

Dr. Thomas Moscovitz – Doutor pela Faculdade de Medicina da USP. Especialista em: Ginecologia – Obstetrícia – Videolaparoscopia – Videohisteroscopia. Assistente Voluntário do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Médico Ginecologista na Granmedic.

Visitantes Online:

Temos 1951 visitantes e Nenhum membro online