Caros amigos,
Já não conseguimos mais contar em uma mão o número dissertações de mestrado que tem o Projeto Âncora como pano de fundo.

A mais recente foi escrita por Davi Sampaio da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Economia, Programa de pós-graduação em políticas públicas, estratégias e desenvolvimento.

O que tem encantado tantos jovens pesquisadores de tantas e diversas áreas como psicologia, arquitetura, pedagogia, economia?

Talvez o frescor e a atualidade da maneira como tratamos a aprendizagem e a gestão democrática da entidade.

A dissertação do Davi tem o título: Uma escola na economia do conhecimento e aprendizado: análise do Projeto Âncora sob a perspectiva de mudança de paradigma tecnoeconômico.

Davi conclui, após 160 páginas, que:

"Esta dissertação corrobora os estudos aqui apresentados sobre as dinâmicas existentes em organizações intensivas em conhecimento no que diz respeito à pertinência da redução das hierarquias e o estabelecimento de autonomia dos membros da organização, a importância da cooperação, da interação entre os diversos setores e entre a Organização e os usuários para a produção de novos conhecimentos e o aperfeiçoamento das atividades e o surgimento de inovações.

No que diz respeito aos estudos sobre organizações escolares com o uso dos conceitos aqui discutidos, este estudo difere dos demais por ter analisado um caso no qual as crianças têm papel ativo na realização e desenvolvimento das atividades escolares. Constatou-se que esta característica possui uma dimensão central nesta Escola e possibilita que a dinâmica de produção de conhecimento e realização de mudanças seja intensa. Neste sentido, o caráter de interação da Organização com seus usuários se mostra muito importante.

Verificou-se que as rotinas estão imersas em um contexto de compartilhamento de sentido de modo que os conhecimentos são transferidos entre as pessoas e a organização criando uma compreensão comum e contribuindo com o aprendizado dos indivíduos e da organização. Os indivíduos se organizam de modo a construir coletivamente estratégias de resolução de questões e proposição de novas rotinas e atividades. Através da dinâmica proporcionada pelas rotinas, novos conhecimentos são criados, codificados e incorporados às rotinas individuais e à memória da organização. Identificou-se que as novas tecnologias da informação representam papel importante nos processos de aprendizagem e nas demais dinâmicas da organização.

Os elementos apresentados e analisados nesta experiência escolar podem fornecer insights importantes para o aperfeiçoamento das práticas pedagógicas de outras instituições de ensino. No que diz respeito à contribuição que esta pesquisa pode apontar para a construção de políticas públicas , destaca-se que estas experiências já são possíveis através do arranjo legal e institucional do país."

Que venham muitas mais!

Abraço fraterno.

Regina Machado Steurer
Conselheira Projeto Âncora

Visitantes Online:

Temos 558 visitantes e Nenhum membro online