Programação gratuita acontecerá na Biblioteca Batista Cepelos, Cotia, e no Centro Cultural de Caucaia do Alto

A Prefeitura de Cotia, por meio da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer, conquistou a extensão do Ponto MIS para Caucaia do Alto. A partir de outubro, a programação gratuita, viabilizada por meio da parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS), também acontecerá no distrito. Com isso, a cidade terá as Mostras Temáticas de Cinema: “Força Feminina” e “Sexualidades”, na Biblioteca Batista Cepelos, e “Esporte, Resistência e Superação”, no Centro Cultural de Caucaia. Cada mostra terá a exibição de filmes que tratam sobre o seu tema no enredo. [Confira a programação abaixo].

A temática ‘Força Feminina’ tem como objetivo mostrar que as mulheres são uma forte presença transformadora em qualquer ambiente. Por meio de histórias de mulheres com suas forças capazes de desmembrar o tempo e entrelaçar às responsabilidades entre trabalho, família e as suas próprias vidas, deixando marcas de afeto e coragem por onde passam. Em ‘Sexualidades’ o objetivo é conhecer e entender as próprias diferenças e como elas se apresentam na vida em sociedade. Descobertas, medos, superação. A Mostra Sexualidades traz um recorte de abordagem sobre gênero e orientação sexual em diferentes contextos e como o preconceito e os obstáculos são enfrentados por cada narrativa nos filmes que compõem a Programação.



A Mostra ‘Esporte, Resistência e Superação’ busca evidenciar como o esporte tem grande influência na vida de toda e qualquer pessoa, seja ela como for. Motiva indivíduos a superar seus limites físicos e psicológicos. Transforma. Mas para isso, além de treinamento, o sucesso de um atleta talentoso depende do seu comprometimento, motivação e paixão.

Programação de filmes na Biblioteca Municipal Batista Cepelos
Av. Prof. Manoel José Pedroso, 1147 - Parque Bahia - Tel: (11) 4616-4565

Mostra “Força Feminina”
Filme: Que horas ela volta
Dia 15 de outubro – 18h30 (indicação 12 anos)
Mulher pernambucana se muda para São Paulo para trabalhar e buscar melhores condições de vida para sua filha. A menina que permanece no nordeste, após treze anos pede ajuda para ir a São Paulo e prestar vestibular. Os patrões a recebem bem até o momento que ela começa a revelar sua natural personalidade e ações espontâneas.

Filme: Ela volta na quinta
Dia: 16 de outubro – 18h30 (indicação 12 anos)
Ela Volta na Quinta conta a história de Maria José e Norberto, casal que vive há 35 anos juntos, na cidade de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Bastante desgastado pelo tempo, o relacionamento dos dois se encontra em crise. Maria José, mesmo com problemas de saúde, resolve fazer uma viagem para Aparecida do Norte, como forma de pensar se o divórcio é mesmo a solução.

Filme: Doméstica
Dia: 17 de outubro – 18h30 (indicação 10 anos)
Entre o choque da intimidade, as relações de poder e a performance do cotidiano, o filme lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar e se transforma num potente ensaio sobre afeto e trabalho.

Filme: Pela janela
Dia: 18 de outubro – 18h30 (indicação 10 anos)
O filme conta a história de Rosália (Magali Biff), uma operária de 65 anos que dedicou a vida ao trabalho em um fábrica de reatores da periferia de São Paulo. Ela é demitida, e, deprimida, é consolada pelo irmão José (Cacá Amaral), que resolve levá-la junto com ele em uma viagem de carro até Buenos Aires. Na viagem, Rosália vê pela primeira vez um mundo desconhecido e distante de sua vida cotidiana, começando uma jornada que sutilmente transformará uma parte essencial dela mesma.

Mostra “Sexualidades”
Filme: Divinas Divas
Dia: 29 de outubro - às 18h30 (indicação 14 anos)
As Divinas Divas são ícones da primeira geração de artistas travestis no Brasil dos anos 1960. Um dos primeiros palcos a abrigar homens vestidos de mulher foi o Teatro Rival, dirigido por Américo Leal, avô da diretora. O filme traz para a cena a intimidade, o talento e as histórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

Filme: Estamos juntos
Dia: 30 de outubro - às 18h30 (indicação 14 anos)
A Carmem (Leandra Leal) é uma talentosa médica que tem uma vida independente em São Paulo, cuja sua aventura amorosa com o músico argentino (Nazareno Casero) e uma relação de intimidade com um enigmático homem (Lee Taylor). Mas sintomas de uma doença grave surgem na rotina desta médica residente e sua vida se transforma para sempre.

Filme: Califórnia
Dia: 31 de outubro - às 18h30 (indicação 12 anos)
O ano é 1984. Estela vive a conturbada passagem pela adolescência. O sexo, os amores, as amizades; tudo parece muito complicado. Seu tio Carlos é seu maior herói, e a viagem à Califórnia para visitá-lo, seu grande sonho. Mas tudo desaba quando ele volta magro, fraco e doente. Entre crises e descobertas, Estela irá encarar uma realidade que mudará definitivamente sua forma de ver o mundo.

Filme: Alguma coisa assim
Dia: 1 de novembro - às 18h30 (indicação 12 anos)
Caio e Mari são dois jovens adultos cujo relacionamento está além de qualquer definição. Ao longo de 10 anos, o enredo transita entre 3 momentos marcantes em que seus desejos estão em conflito e seu relacionamento é posto à prova. Entre São Paulo e Berlim, acompanhamos a transformação das cidades e dos personagens, vivendo as dores e as delícias de uma relação sem rótulos.

Programação de filmes no Centro Cultural de Caucaia do Alto
Rua José Lopes Neto, 320 - Caucaia do Alto, Cotia - Tel: (11) 4614-0061

Mostra “Esporte, Resistência e Superação”
Filme: Lutando para vencer
Dia: 19 de outubro - às 14h (indicação 12 anos)
Um retrato sobre a vida e a carreira de André Pederneiras. Eleito o melhor técnico de Mixed Martial Arts (MMA), um ex-lutador que trilhou uma carreira de sucesso nos rings e agora ganha a vida como técnico da equipe Team Nova União.
 
Filme: Besouro
Dia: 26 de outubro - às 14h (indicação 14 anos)
Besouro era o sobrenome do reconhecido capoeirista Manuel Henrique Pereira. Ele é um guerreiro que luta a favor dos direitos dos negros. O filme conta a história deste órfão que se transformou num dos grandes mestres da capoeira.

Filme: Eu Platzeck - A História não pode ser apagada
Dia: 9 de novembro - às 14h (indicação Livre)
“Eu Platzeck” faz referência ao famoso Estádio Municipal Frederico Platzeck, onde o time garcense disputou as suas memoráveis partidas pelas divisões intermediárias do futebol paulista.

Filme: A luta do século
Dia: 16 de novembro - às 14h (indicação 12 anos)
O documentário narra a trajetória dos pugilistas Reginaldo Holyfield e Luciano Todo Duro, que encontraram no boxe uma maneira de escapar da miséria e tornaram-se dois dos maiores ídolos do esporte nordestino. A rivalidade entre eles colocou em pé de guerra Bahia e Pernambuco nos anos 90. Durante mais de 20 anos, os dois se odiaram tanto que não podiam dividir o mesmo espaço sem se agredir. Eles se enfrentaram 6 vezes, com 3 vitórias para cada lado. Durante as filmagens, os inimigos, já com mais de 50 anos, resolveram se enfrentar pela última vez.

Fotos: Divulgação

Visitantes Online:

Temos 830 visitantes e Nenhum membro online