Da Redação

Nesta quinta-feira (10/3), a comissão de professores, secretários de escola e auxiliares de classe foi recebida pelo prefeito Carlão Camargo para debater nova pauta solicitada pela categoria.

Participaram da reunião os secretários Geslayne Dias Camargo (Educação), Moacir Fernandes (Fazenda), José Lopes (Gabinete) e vereadores.

Dissídio salarial e benefícios

Durante a reunião, a Prefeitura apresentou uma proposta de reajuste, que foi debatida pelos participantes. Após análise, a comissão fez uma contraproposta e ficou decidido que esses profissionais receberão 5% de aumento salarial e pagamento gradual dos benefícios, de acordo com a disponibilidade de recursos municipais para essa finalidade. O valor destinado ao reajuste da categoria é proveniente dos 25% reservados à Secretaria de Educação e o pagamento será retroativo ao dia 1º de fevereiro.

Durante o encontro, foi mencionado que, de 2009 a 2015, os professores da rede municipal de ensino tiveram aumento salarial de 105%. Essa porcentagem não considera a evolução funcional prevista no plano de carreira do magistério, onde acontece uma bonificação salarial a cada especialização concluída e validada, ou outro benefício de direito que possa acrescer nesse salário. Considerando essas outras situações, o aumento pode chegar a 237,44%. O aumento concedido aos professores neste período foi maior do que a inflação de 55%.

Plano de carreira

O prefeito Carlão Camargo determinou que seja montada uma comissão nos próximos dias para estudar o Estatuto Municipal do Funcionário Público para criação do Plano de Carreira de todos os funcionários, inclusive dos auxiliares de classe e secretários.

Nas próximas semanas será feita uma nova convocação do Concurso Público para complementar o quadro de auxiliares de classe nas escolas municipais. Também serão convocados agentes escolares.

A Secretaria de Educação conta com aproximadamente 3 mil funcionários e 109 unidades escolares na cidade.

Fim da Paralisação

Os professores, secretários de escola e auxiliares de classe aceitaram a proposta da administração municipal e retomam suas atividades nesta sexta-feira (11/3). A reposição das aulas será feita ainda no primeiro semestre.

Visitantes Online:

Temos 550 visitantes e Nenhum membro online