Da Redação

A 30 km da capital e vizinho de Cotia, Embu das Artes é ótima opção para quem curte artesanato, móveis rústicos e objetos de arte.

Acesso fácil a partir da capital, opções de arte e artesanato tradicionais e um centro histórico com arquitetura charmosa são algumas das atrações da cidade de Embu das Artes. O município fica a apenas 30 km da capital. É uma ótima opção para quem mora na Região Metropolitana de São Paulo e não se programou para viajar no feriado da Páscoa.

Embu das Artes é um verdadeiro ateliê a céu aberto: os artesãos expõem suas obras nas ruas do centro histórico. Esta produção artística, que tornou a cidade reconhecida internacionalmente, atrai cerca de 20 mil turistas a cada fim de semana. Quem passeia por lá encontra desde peças de artesanato indígena até objetos de arte contemporânea e móveis rústicos de madeira maciça.



Embu, no entanto, é muito mais do que uma feira de artes. Mesmo que você faça aquela viagem de um único dia, a cidade oferece diversas opções de lazer.

Confira as principais dicas de passeio:

Complexo Nossa Senhora do Rosário
Tombada pelo patrimônio histórico, a igreja Nossa Senhora do Rosário foi construída em taipa de pilão por volta de 1700 pelo padre Belchior de Pontes. É uma das mais importantes e preservadas construções jesuítas em São Paulo. O complexo é formado também pelo Museu de Arte Sacra. O acervo reúne imagens de anjos, santos e personagens bíblicos, produzidas entre os séculos XVII e XIX. O principal destaque é a obra "Senhor Morto", esculpida em tamanho real em um única tora de madeira.

Capela de São Lázaro

Construída em 1934 por moradores da cidade, a capela foi reformada em 1949. Entre os destaques estão a imagem de São Lázaro, feita pelo artista Cássio M´Boy, e o Santo Cristo, entalhado por Zé Santeiro.

Memorial Sakai
Inaugurado em 2003, exibe peças de Tadakiyo Sakai, um dos mais importantes artistas de escultura em terracota do Brasil. As visitas são guiadas por monitores que contam sobre a vida do artista. No local também são oferecidos cursos gratuitos de arte em cerâmica.



Parque do Lago Francisco Rizzo

Com 217 mil metros quadrados, ocupa uma antiga área de extração de areia. A principal atração é o lago de 56 mil m² que abriga várias espécies de peixes. O parque tem ainda pistas de cooper, biblioteca especializada em meio ambiente, viveiros de mudas de plantas e de árvores, além de brinquedoteca.

Museu do Índio

O acervo possui peças que retratam os costumes, crenças, rituais, aspectos da vida comunitária e a relação que as várias nações indígenas têm com a natureza. O local também funciona como centro de pesquisa sobre a cultura indígena.



Capela de Adoração à Santa Cruz
Construída anexa ao Memorial Sakai, a capela era um grande sonho que o mestre Sakai não conseguiu realizar em vida. A adoração à Santa Cruz começou no século XVII pelos padres jesuítas, que catequisaram os índios por meio do canto e da dança. A população da cidade mantém essa tradição viva até hoje, dedicando o dia 3 de maio à Santa Cruz.

Cidade das Abelhas
Esta é uma dica para quem gosta de apreciar a natureza. O local fica numa extensa área da Mata Atlântica. O passeio mostra a importância da vida das abelhas, aliado à ecologia e ao lazer.

Como chegar
Embu das Artes fica às margens da rodovia Regis Bittencourt (BR-116), sentido Curitiba. A entrada da cidade está na altura do km 279 da estrada, que pode ser acessada via Rodoanel ou Marginal Pinheiros.

Do Portal do Governo do Estado

Fotos: Miguel Schincarol

Visitantes Online:

Temos 783 visitantes e Nenhum membro online