Devem ser vacinados jovens de 15 a 29 anos e bebês de 6 meses a 1 ano de idade

O público-alvo da campanha de vacinação foi ampliado em Carapicuíba. Agora, além de jovens de 15 a 29 anos, bebês entre 6 meses e 1 ano de idade também devem receber a vacina tríplice viral, que estimula a produção de anticorpos contra sarampo, rubéola e caxumba.

O sarampo estava erradicado do Brasil desde 2016, mas ressurgiu principalmente no público-alvo da campanha. Neste ano, até o dia 3 de agosto, o Ministério da Saúde contabilizou 1.220 casos de sarampo somente no Estado de São Paulo.

Como estratégia preventiva de um possível surto da doença em Carapicuíba, as equipes da Secretaria de Saúde da cidade estão levando a vacinação até os bairros. No último sábado (10), a ação aconteceu no Ariston; na segunda-feira (12), na região Central, já na terça-feira (11) foram beneficiados os moradores da Vila Cretti. A vacinação residencial continua durante toda a semana.

Morador da Vila Cretti, Alexsandro Diego dos Santos, 24 anos, conta que por falta de interesse ainda não havia procurado um posto de vacinação. “Ainda bem que os enfermeiros vieram até minha casa. Muito boa essa ação, porque graças a eles agora estou imunizado”, explica.

Pessoas fora da faixa etária indicada, com idade até 59 anos, e que não possuem as doses registradas na caderneta de vacinação, também devem receber o imunológico. Além da vacinação nos bairros, a campanha continua de segunda a sexta-feira nas Unidades Básicas de Saúde (exceto USF Vila Dirce).

Os sintomas do sarampo caracterizam-se por febre alta, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e pontos brancos na mucosa bucal. Caso identifique esses sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima.

Visitantes Online:

Temos 445 visitantes e Nenhum membro online