Na quarta-feira, 3 de fevereiro, todos os postos ficarão abertos até as 20 horas para a vacinação. A Vigilância Epidemiológica também está trabalhando com 13 equipes volantes que realizarão a vacinação de casa a casa.

 

Desde o dia 18 de janeiro, data de início da campanha, até o dia 27, cerca de 1500 pessoas receberam a vacina. A campanha em São Roque vai até a próxima sexta, 5 de fevereiro.

De acordo com o Departamento de Saúde, a ação deve-se ao avanço da doença no Estado. São Roque e outros 19 municípios da região de Sorocaba que antes figuravam na lista de localidades sem recomendação de vacina, agora terão que executar a imunização.

A vacinação não é indicada para crianças menores de seis meses de idade; mães que estão amamentando crianças até o 6º mês; portadores de HIV com alteração imunológica, pessoas em tratamento de radioterapia, quimioterapia; e pessoas com histórico de reação à vacina.

Febre amarela
Febre amarela é uma doença infecciosa causada por um tipo de vírus chamado lavivírus, cujo reservatório natural são os primatas não-humanos que habitam as florestas tropicais.  Existem dois tipos de febre amarela: a silvestre, transmitida pela picada do mosquito Haemagogus, e a urbana transmitida pela picada do Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue.

Sintomas
Os principais sintomas da febre amarela - febre alta, mal-estar, dor de cabeça, dor muscular muito forte, cansaço, calafrios, vômito e diarréia aparecem, em geral, de três a seis dias após a picada (período de incubação). Aproximadamente metade dos casos da doença evolui bem. Os outros 15% podem apresentar, além dos já citados, sintomas graves como icterícia, hemorragias, comprometimento dos rins (anúria), fígado (hepatite e coma hepático), pulmão e problemas cardíacos que podem levar à morte. Uma vez recuperado, o paciente não apresenta seqüelas.

Fonte: Oeste Solidária

Visitantes Online:

Temos 781 visitantes e Nenhum membro online