Evento busca resgatar cultura caipira e incentivar jovens para atuar no setor

Pouca gente sabe, mas a palavra caipira, de origem tupi que significa “homem do mato”, nasceu em Itapecerica da Serra. A prefeitura da cidade, a 42 km de São Paulo, busca nesta nova gestão resgatar sua história e seus valores culturais - construídos sobre as tradições indígenas, portuguesa, alemã, italiana e africana - e utilizar tais elementos para fomentar a participação dos jovens em diversas áreas da economia criativa.

A primeira iniciativa nesse sentido é a organização, em parceria com o Senac de Taboão da Serra, do I Festival de Gastronomia da Serra. Além de valorizar os chefs e restaurantes locais, o evento promove ingredientes de produtores regionais, como a fruta cambuci e o palmito serrano, e abre novas possibilidades de formação profissional para os jovens da cidade, visando atender melhor ao setor turístico e gastronômico com mão de obra qualificada.

No próximo dia 4 de dezembro, das 13 às 17 horas, os chefs Celso Frizon, do Dr. Costela; José Adriano de Araujo, do Hotel Terras Altas; Aurélio Andrade, do Restaurante Santa Fé; Genilda Vidulic, do Espaço Hikari; Renê Lopes, do Gildo&Co e Daniel Pug, do Pug´s, desenvolverão pratos autorais valorizando insumos da Mata Atlântica. Os pratos serão julgados por um júri composto pelos professores do Senac: Talitha Giardini Paranhos, Leonardo Piazzalunga Bertequini e Marcos Keniti Hama, além de um crítico gastronômico. Uma das criações será escolhida como prato da cidade.

O coordenador da área de gastronomia do Senac Taboão da Serra, Marcos Dimanfa Bongianni, ressalta a importância de participar da ação: “Apoiar o festival reforça o protagonismo do Senac Taboão em sua constante busca por estimular o empreendedorismo, o que compõe nossa forma de educar, construindo com o aluno alternativas para o desenvolvimento e um caminho para futuro dele” comenta Marcos.

Para a secretária de turismo da cidade, Elaine Saron, “é preciso mostrar que Itapecerica da Serra é um destino que oferece, além de ecoturismo e vivências religiosas, com destaque para o Santuário Nossa Senhora dos Prazeres, uma série de eventos que resgata a ancestralidade paulista.

“Além de escolher um símbolo culinário para Itapecerica da Serra, vamos convidar para o evento alunos do ensino médio da cidade que queiram seguir a carreira de gastronomia e que poderão ser futuros bolsistas no Senac Taboão, com quem o município possui um frutífero convênio” finaliza o prefeito Jorge Costa.

Imagem: Edson Moraes/Divulgação

 

Visitantes Online:

Temos 596 visitantes e Nenhum membro online