Vítima ligou do Rio de Janeiro e informou golpe após venda de celular pela internet 

Policiais militares estavam assumindo turno de serviço na companhia 3ª Cia de Cotia, quando receberam uma solicitação via fone, de uma vítima residente no Rio de Janeiro.

A vítima informava que havia colocado seu telefone para vender em um site de compra e venda pela internet e havia caído em um golpe. Segundo a informação, ela teria enviado seu telefone celular, um Iphone 8 da marca Apple, para uma suposta compradora na Rua Indiaporan, no bairro do Barro Branco, em Cotia.

A vítima solicitou se seria possível que uma equipe fosse até o local averiguar se havia alguém com o nome da compradora. De posse da informação os policiais foram até o local dos fatos e ao chegar lá avistaram duas mulheres em frente à casa informada, juntamente com um indivíduo que estava próximo a um veículo. Relata que uma das jovens, estava com uma caixa nas mãos e a entregou para o indivíduo.

Os três foram abordados e indagados sobre os fatos. As jovens responderam que conheciam o indivíduo há cinco meses e que este havia perguntado para elas se ele poderia usar o endereço delas porque a namorada de um amigo, faria umas compras pela internet e que os produtos chegariam naquele endereço.

Diante disso as duas disseram que sim e que aquela seria a segunda encomenda que havia chegado naquele endereço. A primeira, havia chegado no dia anterior e teria sido entregue a ele. Por sua vez ele respondeu que o amigo pediu que ele levantasse uns endereços para entregas de encomendas de compras feitas pela internet e que repassou o endereço das duas. Ele informou aos policiais que entregaria os produtos para o amigo no sábado, em troca de uma quantia em dinheiro, cujo valor não foi informado. Ele afirmou ainda que a primeira encomenda havia sido entregue no dia anterior e que estava guardada no porta mala do veículo Peugeot/206 de sua propriedade.

Uma caixa foi localizada no porta malas com o nome de uma suposta vítima, residente na cidade de Recife, em Pernambuco. Na tentativa de entrar em contato com esta pessoa pelo telefone não foi possível contatá-la.

Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão aos envolvidos, sendo todos algemados e encaminhados ao DP de Cotia.

A vítima foi ouvida pela Polícia Civil do Rio de Janeiro.

O indivíduo, G.S.F., de 29 anos, declarou à autoridade policial que trabalhava como técnico de automação bancária em Vargem Grande Paulista e nunca foi preso. Ele disse ainda que era amigos das jovens V.O., de 22 anos e S.P.P.H., de 20 anos e havia entrado numa besteira, caído em um conto, já que o "amigo" que conhece apenas pelo apelido e mora em Itaquera, teria entrado em contato com ele no sábado anterior e pedido pra passar um endereço para receber algumas encomendas. "Era para receber as encomendas e levar para ele lá em Itaquera. Eu nem pedi nada em troca. Fui na amizade. Nem sabia que tipo de encomenda era. Não sabia que era coisa ilícita", relatou, dizendo que não abriu as caixas pois deveria entregá-las fechadas. Segundo a polícia, ele não sabia o endereço do amigo e disse que "ia deixar os pacotes na rua". 

A encomenda vinda do estado do Rio de Janeiro foi fotografada e aberta para verificação de seu conteúdo, comprovando-se a veracidade do declarado no boletim de ocorrência lavrado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. O aparelho permanecerá guardado para restituição à vítima, assim que esta possa vir buscá-lo.

A outra encomenda, vinda do estado de Pernambuco, foi apreendida e permanecerá lacrada até manifestação da suposta vítima.
O veículo do indivíduo foi apreendido e encaminhado para o pátio, tendo em vista que não havia qualquer familiar ou representante para retirá-lo.

G.S.F. foi preso em flagrante pelo crime de estelionato - artigo 171 do Código Penal (obter vantagem ilícita em prejuízo alheio), e as duas moças foram indiciadas por receptação culposa – art. 180, § 3º (receber coisa que deveria presumir ser produto de crime). 

Atendeu a ocorrência a viatura da Polícia Militar M-33320, Cb Gama e Sd Silva Junior, com apoio das viaturas M-33307 Cgp 3, Sgto. Magney, Cb Douglas e Sd Almas e M-33308, Sd Aleixo e Sd Yokoyama.

Visitantes Online:

Temos 359 visitantes e Nenhum membro online