Na residência foi encontrada e apreendida uma grande quantidade de entorpecentes

Policiais civis de Caucaia do Alto, investigando o tráfico de entorpecentes na região, recebeu denúncia de que na Rua Urupema, zona rural, havia grande quantidade de entorpecentes armazenados.

Nesta terça-feira(5), os policiais fizeram diligências ao local indicado, onde foram atendidos por pelo ajudante A.S.M., de 29 anos. Ao ser questionado,  ele permitiu a entrada dos policiais no imóvel e indicou que atrás da porta do quarto de sua filha, havia escondido uma mochila preta contendo maconha, cocaína, crack e certa importância em dinheiro.

Em seguida, foi dada voz de prisão em flagrante ao indivíduo, sendo ele conduzido até a unidade policial, onde, após contagem, apurou-se que haviam 1.055 saquinhos plásticos de cocaína, 330 saquinhos plásticos contendo crack, 698 porções de maconha e a importância de R$ 590,00 (quinhentos e noventa reais) em notas miúdas.

Após tomar ciência de tais fatos e diante da quantidade e forma de acondicionamento dos entorpecentes apreendidos que demonstram claramente sua destinação a comercialização, a delegada Dra. Patrícia Barros ratificou a voz de prisão em flagrante e determinou que o indivíduo fosse formalmente indiciado pela prática do crime previsto no art. 33, "caput", da Lei nº 11.343/06, de natureza "Tráfico de Drogas".

Foi determinada a apreensão das substâncias, que foram encaminhadas para exame pericial, cujo laudo nº 47943/2019 do Instituto de Criminalística de Taboão da Serra deu positivo para  TetraHidroCannabinol (maconha), massa líquida 1.708,1g; Crack, massa líquida 17,6 g; e Cocaína, massa líquida 52 gramas.

Conforme o boletim de ocorrência, "Após análise dos antecedentes criminais do indiciado, a delegada concluiu que ele não possuía meio de vida e sustento lícito e com sua conduta demonstrara total desrespeito para com a Polícia, a Justiça e toda a Sociedade. Assim, nos termos do art. 311 e seguintes do CPP, a Autoridade Policial representou pela conversão do flagrante em Prisão Preventiva, para garantia da ordem pública, visto que, se solto, o indiciado certamente voltará a delinquir".

Atenderam a ocorrência os policiais civis do 1º DP de Caucaia do Alto.

Visitantes Online:

Temos 660 visitantes e Nenhum membro online