Um casal foi preso em flagrante e um adolescente foi apreendido 

Nesta quarta-feira(13), policiais militares faziam patrulhamento de rotina pelo Mirante da Mata, quando por volta das 16h30 receberam denúncia de populares de que estaria ocorrendo tráfico de drogas pela Rua Mirante da Mata, local já conhecido por essa prática.

Os policiais continuaram o patrulhamento e em determinado ponto da rua, avistaram três indivíduos do sexo masculino e uma mulher, todos em atitude suspeita. Ao perceberem a aproximação da viatura, dois homens brancos, aparentemente com uma sacola na mão, correram para dentro de uma casa, permanecendo a mulher de frente do imóvel, bem como um indivíduo negro aparentando ser menor de idade, que demonstrava nervosismo.

Tendo em vista a suspeita de que os mesmos pudessem trazer consigo drogas ilícitas, os policiais desembarcaram da viatura e resolveram abordá-los. O menor disse aos policiais que estava comprando drogas para consumo. A mulher negou participação no tráfico, dizendo que os dois que correram para dentro de sua casa e a invadiram sem sua permissão. Em seguida, autorizou a entrada dos policiais em sua casa.

No interior do imóvel os policiais encontraram os dois indivíduos, um deles menor, sentados em um sofá na varanda da casa. Os dois foram revistados e nenhuma droga traziam consigo, mas atrás do sofá foram localizadas duas sacolas plásticas contendo diversas porções de maconha e cocaína.

Ambos negaram participação no tráfico, porém, não souberam justificar o que faziam no local e qual a origem da droga. A mulher continuou negando e atribuindo aos dois a posse das drogas. Em busca pessoal foi encontrado na carteira de S.H.O.A., de 27 anos, a quantia de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais). Outros R$ 220,00 (duzentos e vinte reais) foram localizados em uma das sacolas encontradas.

No local ninguém admitiu a participação no tráfico, sendo então todos conduzidos para o DP de Cotia, junto das drogas e dinheiro apreendido, onde a autoridade policial determinou que as substâncias fossem pesadas, lacradas e encaminhadas para o Instituto de Criminalística para constatação da quantidade e natureza das substâncias. Foram contadas 46 porções de maconha e 154 porções de cocaína, todas separadas e embaladas para venda. 

S.H.O.A., após ser cientificado de seus direitos constitucionais, sobretudo de permanecer em silêncio, se manifestou, negando ser traficante, alegando ser apenas usuário. A mulher, V.S.N., de 34 anos, se manifestou negando ser traficante. Porém a autoridade policial verificou que a mesma recentemente foi conduzida para o DP pelo mesmo motivo. O menor, M. de 15 anos, acabou admitindo a prática ilegal.

O laudo pericial de nº T 259/2019, deu resultado positivo para drogas, sendo 46,2g de maconha e 115,7g de cocaína.

Como a quantidade das drogas bem como o local onde se desenvolveu a ação criminal e os depoimentos, não indicam posse de droga para mero consumo, ao contrário, tinha por finalidade a prática de tráfico de drogas, a autoridade determinou o registro do auto de prisão em flagrante e apreensão de adolescente, que foi apresentado ao Ministério Público e Vara Judicial da Infância e Juventude. 

Atendeu a ocorrência a Equipe C, viatura M-33320, Sgto. Samuel e Sd Trocini, com apoio da RPM M-33380, CB Marco e Sd Andrade.

 

 

Visitantes Online:

Temos 658 visitantes e Nenhum membro online