Com eles os guardas encontraram vários papelotes de maconha e vidros de lança-perfume

Em patrulhamento de rotina pela Rua Feira de Santana, guardas civis avistaram dois indivíduos na calçada, próximos um do outro. Ao perceberam a presença da viatura, ambos saíram em fuga a pé e ingressaram numa viela. Os guardas desembarcaram e foram atrás dos dois, momento em que um os guardas viu que um dos indivíduos carregava nas mãos uma sacola de plástico branca.

Quando os indivíduos chegaram na parte de baixo da viela, na Rua Pelicano, se depararam com a viatura de Romu, que abordou os dois. O indivíduo nesse momento, jogou ao chão aquela sacola de plástico, onde foram encontrados 240 papelotes de maconha e 13 frasquinhos de vidro contendo "lança perfume", além de 160,00 (cento e sessenta reais) em dinheiro. Em revista pessoal nada de ilícito foi encontrado com o outro indivíduo, apenas R$ 10,00 (dez reais) em dinheiro, contudo, ao ser interpelado ainda no local, este admitiu que era o "campana" daquela biqueira e que havia sido contratado pelo outro indivíduo na promessa de ganhar R$ 50,00 por dia.

Ao ser questionado, este admitiu que estava comercializando as drogas naquele local e o valor encontrado consigo era proveniente da venda da droga. Diante das evidências, foi dadas voz de prisão e os dois foram encaminhados ao DP de Cotia, onde a autoridade policial determinou o registro do auto de prisão em flagrante, indiciando D.P.C. de 22 anos e F.H.P.N.F., de 18 anos, pela prática do crime previsto no art. 33 da Lei 11.343/06, de Tráfico de Drogas. As circunstâncias da prisão, forma de acondicionamento e variedade de drogas demonstram que a finalidade não era para consumo, mas sim para revenda.

Atenderam a ocorrência as viaturas de Romu 33, GC´s Almeida da Silva, Leandro Almeida, Ramos e Dansiguer e viatura 01-01, GC´s Henrique e Hugo.

Visitantes Online:

Temos 719 visitantes e Nenhum membro online