Faixa da direita precisou ser interditada

Por volta das 20h desta quinta-feira(22), um caminhão carregado de óleo vegetal causou um imenso transtorno a quem trafegava na rodovia Raposo Tavares. 

O caos teve início no centro de Cotia, quando o motorista descia do Atalaia pela Avenida Professor Joaquim Barreto, e passou em uma lombada próxima à Delegacia. A partir daí o veículo passou a vazar o material, derramando o óleo de reuso pelo caminho.

Ao acessar a rodovia no km 34, sentido São Paulo, o óleo continuou sendo derramado na pista. Desavisado, o motorista do caminhão continuou até o km 21, onde saiu da rodovia e entrou no rodoanel, sendo abordado pela Polícia Rodoviária. Ele foi abordado e responsabilizado pelo ocorrido.

Acidentes
Com a pista escorregadia, vários veículos e motos derraparam, perdendo o controle e se envolvendo em acidentes ao longo da rodovia. Felizmente, todos foram sem maior gravidade, apenas com prejuízos materiais. 

As ruas afetadas do centro de Cotia foram cobertas por 40 sacos de serragem pelas equipes do Demutran e Defesa Civil.

A Polícia Rodoviária realizou comboio para que o trânsito ficasse moroso e não houvesse mais acidentes. Também foi feita a sinalização com cones na medida do possível, pois havia óleo do km 34 ao km 21. As equipes do DER passaram a jogar serragem na pista da direita, que precisou ser interditada, para absorver o óleo vegetal. O Portal Viva apurou que, como a extensão da pista afetada é muito grande, a serragem acabou e o DER está empenhado na aquisição de uma quantidade considerável para fazer frente a essa demanda. A serragem absorve o óleo com o tempo, então é necessário atenção nos próximos dias.  

Reflexo no trânsito

Na manhã desta sexta-feira(23), era visível o reflexo do trânsito na rodovia, sentido São Paulo, por conta da faixa da direita interditada.

A reportagem do Portal Viva conversou com o responsável da Polícia Rodoviária da região, Asp. Ten. Severo, que falou do empenho do efetivo na sinalização. "Alguns pontos seguem conificados até que seja seguro liberar a pista", disse. "Portanto, ainda contamos com a prudência dos condutores que venham a transitar nesse trecho da Raposo".

O fator "chuva" piora as condições da pista. É importante que os motoristas redobrem a atenção.

Visitantes Online:

Temos 411 visitantes e Nenhum membro online