Segundo a Polícia, sua família seria responsável por sequestros e mortes na Argentina

Policiais rodoviários faziam operação com vistas ao combate do Tráfico de Drogas e outros delitos penais pela Rodovia Castello Branco, quando por volta das 8h, no km 74 da pista leste (sentido SP), abordaram um ônibus que fazia o itinerário Foz do Iguaçu/PR x São Paulo/SP.

Após entrevistar o passageiro da poltrona 34, que se apresentou como M.C.D.C., em revista pessoal foi localizado em seus pertences documentação estrangeira da Argentina, despertando o interesse da equipe. Em consulta ao terminal da viatura, os policiais verificaram que a foto não condizia com o abordado.

Foi feito contato com a Interpol, mas a princípio o indivíduo não constava como procurado, porém os agentes explicaram que dependendo do país, não é encaminhada pra eles a relação. Os agentes ficaram de oficializar as autoridades argentinas pra saber da real situação do indivíduo.

Segundo consta, a família toda dele, botava o terror na Argentina, com sequestros e mortes de seus sequestrados após o recebimento das quantias pedidas.

A ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de Sorocaba, como  pela viatura R-05471, 1º Sgt PM Murat, Cb PM De Almeida e Cb PM Ribeiro.

Visitantes Online:

Temos 881 visitantes e Nenhum membro online