A moto havia sido roubada no início do mês de um policial civil, no km 19 da Rodovia Raposo Tavares.

Em patrulhamento de rotina por volta das 17h30 da sexta-feira(25), pela Rua Moema, guardas civis depararam próximo a uma curva acentuada à direita, com dois indivíduos sem capacete e em alta velocidade. Ao perceberem a presença dos guardas, os dois se assustaram e tentaram passar entre a viatura de Romu e um veículo gol que se encontra parado com problemas mecânicos.

Porém, devido a motocicleta ser de grande porte e o espaço ser estreito, os dois caíram bateram na lateral da viatura, caíram e em seguida tentaram fugir. Um dos indivíduos foi detido no local e o outro ao pular vários muros conseguiu fugir.

Ao fazerem a averiguação da motocicleta, foi constatado que a mesma estava sem placa e com os números do chassi e motor suprimidos (semi raspados) e suas etiquetas de identificação haviam sido retiradas. Ao questionarem o indivíduo, identificado como o menor T., de 17 anos, este relatou que a motocicleta não era de sua propriedade e não soube explicar sua origem.

Ele foi conduzido à Unidade Básica de Saúde do Atalaia, onde foram feitos os primeiros socorros (raio x e medicação) já que ele relatou que sentia dores na região do tórax. Após a medicação, ele foi removido ao hospital regional de Cotia para um raio X.

Em seguida foi encaminhado ao DP de Cotia, onde a autoridade foi informada e autorizou a equipe a desmontar a parte da frente da motocicleta, onde foi possível decifrar o número de chassi original. Ao ser feita nova consulta, o número constou como  produto de roubo na região do 75º DP do Jd. Arpoador, tendo como vítima um Policial Civil do Estado de São Paulo. Ele foi informado e compareceu à Delegacia onde relatou que no dia 05 de outubro, por volta das 20h, trafegava com sua moto Yamaha XT 250 Tenerè quando uma moto com dois ocupantes emparelhou com ele na altura do km 19 da Rodovia Raposo Tavares, sentido interior, e o garupa, armado e diante grave ameaça determinou que o policial encostasse. Ele foi revistado pelo garupa, que roubou seu revólver e seus documentos, não sendo possível reagir. Os dois desconhecidos estava de capacete, motivo pelo qual não os identificou.

A autoridade policial determinou o registro do boletim de ocorrência de ato infracional de Receptação (art.180) e de Dirigir sem habilitação (art. 309), sendo o menor liberado para ser apresentado à Vara da Infância e Juventude do Ministério Público.

Atendeu a ocorrência a viatura de Romu 33, GC´s Almeida da Silva, Souza e Paulo, com apoio das viaturas Romu 35, CD Helio, GC Teixeira e GCF Militão, e da equipe de Romu motos, GC´s Oziel e Ramos.

Visitantes Online:

Temos 703 visitantes e Nenhum membro online