Da Redação

A residência, localizada na Rua Carlos Grotte, na Vila Sonia, foi totalmente destruída.

O impacto da explosão, por volta das 6h40, foi tão forte que afetou as outras casas vizinhas. Janelas se quebraram e objetos foram arremessados.

Dez viaturas do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, Defesa Civil e três ambulâncias do Samu foram para o local.

Um homem, com 80% do corpo queimado, foi levado de helicóptero para o Hospital das Clínicas. A mãe, de 55 anos e a filha de 16 anos também foram socorridas para o PS da Antena. A outra irmã, de 21 anos,  ficou presa embaixo dos escombros e foi encontrada já sem vida.

Causas da explosão
A hipótese principal do Corpo de Bombeiros é uma explosão ambiental, que é quando o gás de cozinha vaza, se acumula em algum cômodo e, por uma faísca provocada pelo interruptor de luz, por exemplo, acontece a explosão.

Equipes do Corpo de Bombeiros encontraram um botijão com mangueira irregular e uma fissura. O objeto foi encaminhado para o Instituto de Criminalística, onde passará por uma perícia que vai determinar se o botijão foi o causador da explosão.

"Tinha um botijão no local, ele estava vazio, e também tem o gás de rua. Então, a gente não sabe informar o que causou e se realmente foi o gás", disse o major Marcio Silva Nunes.

Segundo informações, a Comgás confirmou que foi chamada ao local para arrumar uma tubulação danificada. Os técnicos da companhia apenas religaram o mecanismo após adotar todos os procedimentos de segurança. A empresa disse também que interrompeu o fornecimento de gás depois da explosão, de maneira preventiva.

Segundo a Defesa Civil de Taboão da Serra será necessária uma avaliação para saber se os imóveis no entorno da casa destruída serão ou não interditados. Muitas casas vizinhas apresentam rachaduras.

Foto: Ricardo Lima / Portal O Taboanense

Visitantes Online:

Temos 729 visitantes e Nenhum membro online