Um corpo completamente carbonizado foi encontrado na manhã da última sexta-feira (20), dentro de um veículo em Ibiúna.

O veículo pertence ao pré-candidato a vereador Michel Williams, de 34 anos. Michel está desaparecido desde a noite de quinta-feira (19), após participar da Novena de São Sebastião na Igreja da Matriz de Ibiúna. Ainda não é possível confirmar se a vítima é realmente o político ou não.

O veículo foi encontrado queimado no matagal de uma chácara a beira da Estrada do Recreio, em Ibiúna, próximo ao CT da Yakult. A Polícia Civil está investigando o caso e está ouvindo familiares e amigos próximos de Michel, que é filho do ex-vereador Jamil Marcicano, da Ressaca.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 10 horas, um caseiro que toma conta do sítio no Recreio avisou que um carro havia sido incendiado no local. Os policiais foram até a chácara e constataram que dentro dele, no banco detrás, havia um corpo carbonizado. Imediatamente isolaram o local e acionaram o Instituto de Criminalística (IC) de Sorocaba. Ao pesquisarem as informações do veículo, constatou-se que pertencia a Michel Williams.

Os peritos fizeram uma varredura no local e acharam documentos, um celular e outros papeis parcialmente carbonizados, que foram encaminhados para o IC de Sorocaba.  Jamil e outros familiares acompanharam a retirada do corpo, mas não foi possível identificar se realmente se trata de Michel Williams. A confirmação só será possível após exame de arcada dentária ou então DNA, o que pode levar dias para sair.

Michel foi um dos candidatos a vereador mais votados nas Eleições de 2012, com 606 votos e só não sendo eleito por questões de legenda. Atualmente, ele era assessor do deputado Gil Lancaster (PSDB) e era um dos mais cotados para ser eleito nas Eleições de outubro deste ano.

Michel Willians foi visto pela última vez num posto de gasolina no centro acompanhado de um homem ainda não identificado

Familiares informaram que o mesmo vinha recebendo ameaças de morte nas últimas semanas. A principal suspeita da polícia é de que se trate de um crime passional. Entretanto, não se descartam as hipóteses de crime político ou até mesmo um assalto ou algo parecido. Imagens das câmeras de segurança dos últimos lugares onde Michel fora visto já foram solicitadas pela polícia.

Quem tiver alguma informação que possa ajudar nas investigações pode procurar a Polícia Civil de Ibiúna ou entrar em contato pelos telefones: 181 ou 190. Ambas as ligações são gratuitas e não precisa se identificar.

Do Jornal do Povo de Ibiúna

Visitantes Online:

Temos 700 visitantes e Nenhum membro online