A+ A A-

Veículo trafega 20kms na contramão e causa acidente na Raposo com duas vítimas fatais.

(matéria atualizada às 16:45hs)

O motorista Valdecir José Faullmann, de 31 anos, morador do Butantã/SP, foi o responsável por um grave acidente na madrugada dessa segunda-feira(8), no km 22,5 da Raposo Tavares.

Faullmann dirigiu seu veículo Renault em alta velocidade na contramão - cerca de 140km/h segundo a polícia rodoviária - na pista sentido Cotia. No km 28, ele quase bateu em um veículo Meriva, com uma mulher grávida. O marido dela conseguiu desviar, porém rodopiou na pista e bateu na mureta central. A moça foi hospitalizada e passa bem.

MERIVA COM MULHER GRÁVIDA DESVIOU DO VEÍCULO E BATEU NA MURETA CENTRAL

Nem assim o motorista imprudente parou, continuando em alta velocidade, mesmo com uma viatura da Polícia Rodoviária emparelhada com ele na outra pista, e de sirenes ligadas.

Ao chegar ao km 22,5, um caminhão que trafegava na pista central, ao ver o veículo na contramão, desviou do mesmo, que acabou por acertar o veículo Gol que vinha logo atrás. Com o impacto da batida, o Gol começou a pegar fogo. Os policiais rodoviários ouviram gritos vindos de dentro do veículo, segundo o depoimento do policial rodoviário Sd Hideki.

GOL FICOU TOTALMENTE DESTRUÍDO PELO FOGO APÓS BATER DE FRENTE COM OUTRO VEÍCULO

VEÍCULO QUE CAUSOU ACIDENTE ABRIU OS DOIS AIR-BAGS COM A FORÇA DA BATIDA

"Com um extintor de incêndio, conseguimos quebrar o vidro trazeiro do veículo, e retirar a menina Suellen, de 12 anos. Ela estava consciente, porém atordoada. E dizia que os pais estavam no veículo", contou Hideki.

O veículo não chegou à explodir. "Quando retiramos a menina, o gol já estava em chamas, e não foi possível retirar os pais dela, cujos corpos ficaram carbonizados.

VEÍCULO GOL ONDE MORRERAM DUAS PESSOAS CARBONIZADAS APÓS BATIDA NO KM 22,5

Segundo o policial, o motorista que causou o acidente, estava sentado fora do veículo, no canteiro central. E afirmava que estava na mão correta. "Foi observado odor etílico e ele aparentava estar alcoolizado", disse Hideki. "Ele apresentava alguns ferimentos na perna e no tórax, com possíveis fraturas", contou.

A ocorrência foi atendida pela Equipe C da Polícia Rodoviária - soldados Vagner, Junior, Robson e Hideki.

POLÍCIAIS RODOVIÁRIOS FORAM VERDADEIROS HERÓIS AO SALVAR MENINA DE 12 ANOS

A Guarda Municipal atendeu a motorista que rodou no km 28, e acredita que o causador do acidente tenha entrado na contramão perto do km 39. Recibos de pedágio mostram que ele veio de Vargem Grande. No banco da frente do veículo. uma latinha de cerveja.

LATINHA DE CERVEJA FOI ENCONTRADA NO BANCO AO LADO DO MOTORISTA

O acidente causou grande repercursão na imprensa paulista, sendo que várias emissoras de rádio e televisão estiveram no 2º DP da Granja Viana, em busca de informações e imagens.

AS VÍTIMAS

O casal que morreu carbonizado é morador do Jardim Leonor, em Cotia. João Luis (48) e Cleidinéia Montaneiro(42) voltavam do Pronto Socorro, onde tinham levado a filha Suellen, que estava com crise de bronquite.

Ele era diretor de uma escola no Jardim das Oliveiras, em Caucaia do Alto, e a esposa conhecida como "Néia" trabalhava com uma perua escolar na APAE de Cotia.

A filha Suellen está hospitalizada, e em estado de choque e ainda não sabe da morte dos pais.

Na delegacia, os parentes do casal estavam inconformados, dentre eles o Guarda Civil Romano, primo de uma das vítimas. "Eu já vi muita coisa feia nesse mundo, mas a gente nunca imagina que uma coisa dessas vai acontecer com a nossa família", disse Romano, ao Portal Viva!. "Espero que seja feita justiça", enfatizou.

O GC ROMANO, PRIMO DA VÍTIMA E CLAUDIA, IRMÃ DE CLEIDINÉIA. AMBOS ABISMADOS.

“Eles estavam super felizes, tinham comprado um sítio em Caucaia do Alto para passar os finais de semana no sossego”, diz Cláudia de Assunção da Cruz, irmã da vítima.

PARENTES CHEGAM AO 2º DP DA GRANJA VIANA. A TRISTEZA TOMA CONTA DE TODOS.

O motorista que causou o acidente vai responder por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. O delegado da Granja Dr. Alexandre Palermo deve fazer a prisão em flagrante nas próximas horas, e o motorista será encaminhado para a cadeia pública de Cotia. Nesse momento ele está no hospital em Osasco, sob custódia.

"Estive com ele no hospital fazendo um interrogatório preliminar, e ele diz que não se lembra de nada, está meio desorientado", disse o delegado.

Eles nos informou que o homem teve apenas fratura no pulso esquerdo. O veículo onde ele estava, abriu os dois airbags, o que diminuiu o impacto da batida.

ENTREVISTA COLETIVA

No meio da tarde, a imprensa de SP permanecia na porta do 2º DP da Granja Viana, aguardando o rapaz que provocou o acidente. Ele estava para ser liberado do hospital em Osasco e viria para a delegacia para formalizar o flagrante.

Como o médico não o liberou, o delegado titular da Granja Viana - Dr. Alexandre Palermo - reuniu a imprensa presente (Globo, SBT, Record, Rede TV, Portal Viva e Jovem Pan), e deu uma entrevista coletiva para falar sobre o trágico acidente dessa madrugada.

"Assim que foi apresentado o caso, ele foi classificado como homicídio doloso pela própria conduta, que no mínimo expôs várias vidas. Já foi expedido o auto de flagrante e estamos aguardando apenas o rapaz ter alta do hospital para formalizar", disse.

O delegado explicou que o veículo andou por cerca de 20 kms na contramão, e todos os indícios apontam que ele colocou vidas em risco. Estão sendo solicitadas as imagens da rodovia à CCR, para saber em que momento exatamente ele entrou na contramão.

Perguntado sobre o estado do rapaz no momento da batida, Dr. Alexandre informou:

"Várias testemunhas afirmam que ele exalava odor etílico. Foi encontrada uma lata de cerveja sobre o banco do passageiro. Em depoimento preliminar no hospital, ele assumiu ter bebido um pouco. Isso não deixa de ser um agravante", informou o delegado, que nos disse que o rapaz alega não se lembrar dos fatos, apenas do momento da colisão.

"Ele não conhece Cotia, e chegou a perguntar dos ocupantes do outro veículo. Ao ser informado da morte do casal, ficou transtornado", relatou.

Foi solicitado pela polícia um exame toxicológico completo. Já foram colhidas amostras de sangue. O rapaz não tem passagem pela polícia. Ele é gaucho, e morador de Joinville. Recém separado, ele está há pouco tempo em São Paulo, e trabalha como técnico de manutenção de máquinas.

 

Fau Barbosa

Portal Viva Cotia - O maior site de notícias de Cotia e região

Os artigos, reportagens e comentários, não refletem necessariamente a opinião do Portal Viva e são de inteira responsabilidade de seus autores.
É proibida a reprodução, edição e publicação total ou parcial de todo o conteúdo do site, sem autorização expressa do Portal Viva.
É proibida a reprodução das fotos e/ou imagens do site, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Web, sem prévia consulta e aprovação, conforme lei nº 9.610 de 19/02/1998, que rege sobre o Direito Autoral e Direito de Uso da Imagem no Brasil.

Fotos© Portal Viva 2009-2020. Todos os direitos reservados.

Portal Viva Cotia: http://www.portalviva.com.br/
Email: contato@portalviva.com.br
Curta nossa página: facebook.com/PortalVivaCotia

Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/portalvivacotia/