Terça, 25 Novembro 2014

Você está em: Saúde Saúde Secretaria da Saúde apresenta CAPS Infantil

Secretaria da Saúde apresenta CAPS Infantil

AddThis Social Bookmark Button

As crianças e adolescentes de 0 a 17 anos que apresentam algum tipo de transtorno mental contam com um novo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) direcionado às suas necessidades.

O CAPS Infantil (CAPS-i) abriu as portas nesta terça-feira (19/7) com uma equipe multidisciplinar preparada para apoiar pacientes e familiares nos momentos mais críticos.


A inauguração da unidade é mais uma etapa cumprida do projeto de reestruturação da assistência ao cidadão, iniciada pela Secretaria Municipal da Saúde em julho de 2010. “O CAPS Infantil marca  uma nova fase no programa de Saúde Mental do município. Já contamos com o CAPS II, que atende mais de 160 pacientes por mês, abrimos agora o CAPS Infantil e até o final do mês inauguraremos o CAPS Álcool e Drogas, voltado para apoiar os moradores que querem abandonar o vício”, afirmou o secretário Antonio Melo, que também apresentou as equipes que estarão à frente de cada unidade.


O CAPS tem uma proposta diferenciada no apoio aos pacientes com transtornos mentais. Além de oferecer assistência multidisciplinar (com psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, psiquiatra, técnico de enfermagem, enfermeiro e fonoaudiólogo), oferece atendimento individual, em grupo e com as famílias, além de ações de inserção social, oficinas terapêuticas, e atividades sócio-culturais e esportivas. O objetivo é promover a inclusão dos pacientes na família e na sociedade.


“O CAPS Infantil terá um papel fundamental na melhoria da qualidade de vida dos pacientes com transtornos severos e persistentes”, explicou a psicóloga e diretora técnica do CAPS-i, Maria Cristina Garbini. A unidade é um serviço de atenção diária destinada ao atendimento de crianças e adolescentes comprometidos psiquicamente. Estão incluídos nessa categoria os portadores de autismo, psicoses, neuroses graves e outras doenças.


Segundo o coordenador da Saúde Mental do município, Dr. Messias Liguori Padrão, as possibilidades de tratamento são ampliadas se essas patologias forem tratadas desde cedo. “O CAPS-i trabalhará integrado com a Secretaria de Educação, que já tem um departamento de educação especial. Esse novo centro integrará a rede de atenção às pessoas com necessidades especiais, complementando o trabalho de inclusão desenvolvido na sala de aula e a assistência médica oferecida nos ambulatórios de psiquiatria do município”, enfatizou.

O CAPS-i funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. “Temos uma equipe preparada para acolher as crianças, os adolescentes e seus familiares. Após fazer a avaliação dos pacientes, desenvolveremos um projeto terapêutico individualizado, em cima das necessidades específicadas de cada um”, explicou Dr. Messias. A estimativa é atender diariamente 60 pacientes com transtornos mentais médios e graves.



O Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS-i) está localizado na Avenida Professor Manoel José Pedroso, 1601, Jardim Nomura, Cotia.

Da Redação
Fotos: Fau Barbosa

Adicionar comentário

AVISO: Serão moderados todos os comentários que apresentarem qualquer tipo de conteúdo ofensivo ou provocações, palavrões, palavras de baixo calão, e material obsceno. O prazo para publicação dos comentários é de até 72 horas. Não serão aceitos comentários com fins comerciais nem políticos. Os comentários postados aqui não refletem necessariamente a opinião do Portal Viva e são de inteira responsabilidade de seus autores.


Código de segurança
Atualizar