Por Fau Barbosa

Durante a madrugada dessa sexta-feira(8), uma reviravolta aconteceu no caso da troca de tiros da Guarda Civil com ladrões, após roubo ocorrido no sacolão.

O delegado de plantão que atendeu e registrou a ocorrência, após se inteirar dos fatos, acabou determinando a prisão em flagrante dos dois Guardas Civis por "Homícidio".

A reportagem do Portal Viva ficou sabendo da decisão do Delegado logo pela manhã. Porém preferiu acompanhar o desenrolar dos fatos durante todo o dia, aguardando a decisão do juiz, o que até a meia-noite não aconteceu.

A ocorrência, na Avenida Rotary, no Jd. Nomura, foi noticiada em primeira mão pelo Portal Viva (saiba mais). O caso aconteceu às 16h20 de quinta-feira(7), porém o registro da ocorrência só teve início às 23h21, sendo finalizado às 06h50 da manhã dessa sexta-feira(8).

Tivemos acesso ao Boletim de Ocorrência de nº7704/13, cuja natureza é "Homicídio simples", artigo 121 consumado - morte decorrente de intervenção policial. No mesmo B.O. consta o Ato infracional do menor N., de 17 anos, apreendido por "Roubo qualificado", artigo 157.

Diz o Boletim de Ocorrência: "Analisando os fatos e observando cenas do local do crime em câmeras de um estabelecimento comercial defronte ao local, a autoridade, formando seu juízo de convicção, deliberou pela lavratura do auto de prisão em flagrante em desfavor dos Guardas Civis, incursos no artigo 121 do Código Penal".

"A Autoridade Policial, considerando o conjunto fático apresentado, onde os Guardas Civis de Cotia, ambos em trajes civis, quando em deslocamento em viatura descaracterizada da Guarda Civil, depararam-se com indivíduos que momentos antes haviam praticado roubo; considerando que embora os Guardas aleguem terem ouvido estampido semelhante a disparo de arma de fogo, apenas um simulacro de pistola foi encontrado com os indivíduos".

"Considerando que esta autoridade policial ao verificar in loco as imagens dos fatos, não visualizou, numa análise preliminar um estado real de legítima defesa própria ou de terceiros decorrente de uma situação induvidosa de enfrentamento", deliberou o delegado autuá-los em flagrante delito pelo crime de homicídio.

O Portal Viva acompanhou durante todo o dia a movimentação da Guarda Civil na Delegacia, na Secretaria de Segurança e no Fórum, onde conversou com o Delegado Titular e com os guardas que estão detidos.

Todos aguardam o despacho do juiz, o que deve acontecer nas próximas horas.

Visitantes Online:

Temos 643 visitantes e Nenhum membro online