Após perseguição, Polícia Militar prende autor de roubo de carga e liberta vítima


Motorista foi rendido por dois homens armados no km 30 da Rodovia Raposo Tavares. Ladrão foi preso no km 23.

Por volta das 00h30 desta sexta-feira,26, policiais militares faziam patrulhamento quando foram informados por um transeunte sobre o roubo de uma camionete Renault Master branca com baú, ocorrido na altura do km 30 da Rod. Raposo Tavares, sentido São Paulo. Segundo as informações, os ladrões estariam em um Fiat Siena escuro.


Em posse dessas informações, os PM´s passaram a fazer patrulhamento com vistas, quando próximo ao km 24, observaram uma camionete com mesmas características informadas. Em razão dessas semelhanças, optaram pela abordagem, utilizando sinais luminosos e sonoros, contudo o condutor da Renault não obedeceu aos sinais e aumentou a velocidade, tentando fugir da abordagem policial.


A perseguição durou cerca de um quilômetro, pois o veículo apresentou problemas mecânicos e acabou parando na altura do km 23. Da Renault desceram dois indivíduos. Um deles atravessou a rodovia e foi sentido à Estrada Velha de Sorocaba; já o segundo suspeito, desembarcou pelo lado do passageiro e fugiu correndo em direção à Rua Monet, onde embrenhou-se num matagal, sendo capturado nas proximidades.


Em posse desse indivíduo, identificado como M.F.F.A., de 26 anos, foi localizado em sua cintura um revólver calibre .32 com a numeração suprimida.

O suspeito que fugiu em direção à Estrada Velha de Sorocaba não foi capturado. Dentro do veículo Renault foi localizada a vítima, o motorista de 37 anos, que contou a dinâmica do roubo.


O Fiat Siena informado pelo transeunte foi localizado no retorno do km 30, próximo ao cemitério.


O Roubo

A vítima relatou que carregou o veículo na empresa e seguia pela Rodovia em direção à São Paulo, quando no km 30 foi fechado por um Fiat Siena preto, do qual desceram dois homens, um deles armado de revólver, e anunciaram o roubo.


Os bandidos ordenaram que a vítima deitasse no assoalho da Renault e assim o

fez. Enquanto estava sob o poder dos ladrões, ouviu quando uma viatura passou a perseguir o veículo.


Ao realizarem consulta pela placa do Fiat/Siena, foi informada uma numeração de chassi divergente. Ao se realizar nova consulta, pelo número do chassi, constou como pertencente a um veículo Fiat/Siena, com outras placas e produto de furto ocorrido em 30/12/202, na área da Granja Viana.

Na delegacia, o indivíduo manifestou o desejo de se pronunciar apenas em juízo e, quanto a comunicação de sua prisão, não manifestou interesse em avisar ninguém.


Foi realizado o procedimento de reconhecimento pessoal, onde a vítima com total certeza reconheceu o preso como um dos autores do roubo, sendo ele a pessoa que colocou a arma em sua cabeça e anunciou o assalto.


O Delegado de Polícia determinou a prisão em flagrante e determinou o formal indiciamento do preso. Por se tratar de modalidade delitiva grave, cometida em concurso de agentes e com o emprego de arma de fogo, mediante grave ameaça e restrição da liberdade da vítima, a autoridade policial representou pela conversão da prisão em flagrante, por prisão preventiva. Foi solicitada a perícia dactiloscópica especializada – AFIS, para coleta de impressões digitais eventualmente existentes em ambos os veículos.


Foi requisitada a perícia do revolver calibre 32, de numeração suprimida, acompanhado de quatro munições, sendo 3 intactas e uma deflagrada, bem como do aparelho celular encontrado em poder do ladrão.

Após a perícia, o veículo roubado, bem como a mercadoria em seu interior sendo 111 volumes de produtos alimentícios - animais e produtos do reino animal - carga avaliada em R$19.000,00 (dezenove mil reais) foram devolvidas ao dono.


Atendeu a ocorrência a viatura da Polícia Militar M-33004, 2° Ten Coelho, Sd Gabriel e Sd Manfrim.