Aposentado é encontrado morto após roubo em chácara em São Roque


Um dos indivíduos presos é o caseiro da chácara, de 27 anos. Ele havia sido contratado há pouco mais de um mês.

A Justiça decretou a prisão temporária de quatro indivíduos suspeitos de sequestrar e matar um aposentado de 71 anos, em São Roque.


O crime aconteceu por volta das 19h da última quarta-feira(28). Segundo informações, o aposentado morava em São Paulo e ia com frequência à sua chácara localizada no bairro do Carmo, em São Roque. Ele teria sido surpreendido e rendido por três indivíduos, que invadiram o local munidos de facas e mediante graves ameaças roubaram diversos objetos, entre eles bebidas. Durante o roubo, os bandidos encontraram uma arma guardada em um dos cômodos e pensando que ele pudesse ser da polícia, passaram a agredi-lo. O carro da vítima, um Fiat Toro, foi usado para carregar o produto de roubo. Os bandidos fugiram do local, levando consigo o aposentado.


A Polícia Militar foi acionada pelo caseiro da chácara, que disse ter ficado amarrado durante o assalto. Foram iniciadas buscas pela região , com informações de que o veículo teria seguido sentido Ibiúna. A Polícia Civil também passou a fazer diligências durante toda a madrugada. Pela manhã, os policiais ainda não tinham informações sobre o idoso, porém, já tinham alguns suspeitos após o caseiro entrar em contradição durante o seu depoimento. A família do aposentado, desesperada em busca de informações, passou a pedir ajuda nas redes sociais para encontrá-lo. Na tarde de ontem, quinta-feira(29), as investigações chegaram a um dos suspeitos, morador no bairro do Carmo. Ele foi preso e acabou confessando a participação no crime e entregando os comparsas, que também foram presos em suas casas. Os meliantes foram encaminhados ao DP de São Roque, onde foi constatado que o casal de caseiros havia sido contratado pelo idoso há pouco mais de 30 dias. Eles criaram um vínculo com o aposentado e sabiam que ele ficava alguns períodos sozinho na chácara que havia comprado há mais de 15 anos. O aposentado era bem conhecido no bairro e inclusive participava das reuniões do Conseg da cidade.

O crime

Na noite do crime, o caseiro teria aberto o portão da chácara para a entrada dos criminosos, que chegaram a pé e portando facas. Na frente da vítima, ele simulou estar surpreso e teria sido inclusive amarrado junto com sua esposa, enquanto os comparsas roubavam a casa e agrediam o aposentado.

Em depoimento à Polícia Civil os presos disseram que resolveram matar o aposentado após ele ter dito que sabia quem eles eram e que as autoridades iram atrás deles. Ele teria sido morto com sua própria arma, no interior de uma mata de difícil acesso entre os municípios de Ibiúna e Cotia. Logo após o crime, os ladrões abandonaram o veículo entre Caucaia do Alto e Cotia.


Devido a dificuldade de acesso, foi preciso a ajuda do Corpo de Bombeiros para retirar o corpo do aposentado. Ele estava com um capuz na cabeça e um tiro na testa. A arma não foi localizada.

Os quatro indivíduos foram indiciados por latrocínio (roubo seguido de morte) e levados para a Cadeia de São Roque, onde permanecerão à disposição da Justiça.