Artistas visuais de Cotia vão criar o maior mural de grafite da cidade


Obra será executada na praça José Giorgi, no km 26 da Rodovia Raposo Tavares

Entre os dias 20 de fevereiro e 15 março, artistas visuais de Cotia, contemplados pelo Edital de Premiação Benedito Pereira de Castro – Seu Dito da Congada, lançado pela Prefeitura de Cotia com recursos da Lei Federal Aldir Blanc, trabalharão no projeto “O maior mural de grafite de Cotia”. A obra será executada na praça José Giorgi com a rua Maestro Manoel Vitorino dos Santos, altura do km 26 da rodovia Raposo Tavares.


A obra começa pela raspagem do fundo do atual mural que conta com 116 metros lineares, com a conclusão do projeto, será expandido para 220 metros lineares. Os artistas responsáveis pelo Projeto de Intervenção Artística para 'O maior mural de grafite de Cotia' são Italo Marciano, Icaro Chang (Cravos) e Mikaela Masetti (Mika). Os artistas contarão com a participação de convidados como Rapha Kings, Malf, ½ Killo, HTR e Esnep.


O objetivo do projeto é proporcionar para a população a convivência com a arte urbana dentro de uma visão geral do que está englobado no grafite: conhecimento e noções visuais, desenho e criação, uso de material, técnicas e envolvimento artístico com a sociedade e com o entorno.

Sobre os artistas

Italo Marciano é artista visual desde os 16 anos. Grafiteiro e fundidor de esculturas em bronze, atua como artista visual/grafiteiro em Cotia há mais de sete anos. Assina o painel "Submersso" feito no colégio E.E Vinicius de Moraes, junto com a SPL Crew e o maior painel de Caucaia do Alto, na ONG Despertar Para o Próximo.

Icaro Chang é artista visual, desde 2015, atuando principalmente na área de grafite e pintura comercial, além de lettering e fachadas.

Mikaela Masetti é a artista visual desde os 16 anos. Grafiteira e bacharelanda em Artes Visuais: Escultura, Gravura e Pintura, no Centro Universitário Belas Artes. Atua como artista visual/grafiteira em Cotia há 5 anos. Fez parte da revitalização da região central de Cotia, incluindo os viadutos, e tem obras espalhadas por pontos de grande circulação e pessoas em Cotia e São Paulo.

Foto: Vagner Santos | Arquivo