top of page

Barueri: Após roubo de carga e sequestro, Força Tática prende três criminosos na Castello Branco


Equipe de TOR da Polícia Rodoviária recuperou veículo roubado


Fau Barbosa

Policiais Militares foram acionados via Copom na tarde desta quarta-feira, 18 para atenderem uma ocorrência de roubo no acesso do km 28 da Rodovia Castelo Branco, em Barueri.

Por volta das 16h10, os policiais obtiveram informações de que três veículos (um Cobalt , um caminhão IVECO e um Honda Fit) teriam participado de um roubo/sequestro na cidade de Juquiá/SP (distante 150 Km de São Paulo).

Consultando os sistemas, foi possível verificar que o veículo Cobalt e a IVECO trafegavam na Rodovia Castelo Branco, juntos, conforme o registro das passagens pelos radares rodoviários.

Os policiais se deslocaram para o pedágio de Itapevi/SP, no km 32+700, onde, minutos depois o carro Cobalt passou na via pública, iniciando-se o acompanhamento. Ao

perceberem a presença da viatura, que procedeu à sinalização luminosa e deu ordem de parada, o veículo acelerou, tentando fugir dos policiais em alta velocidade, transitando pelas faixas em zigue zague (acostamento), demonstrando nervosismo e quase causando diversos acidentes de trânsito, inclusive contra um caminhão que se encontrava estacionado na faixa de acostamento.

A perseguição durou por cerca de 11 quilômetros. Próximo ao pedágio de Barueri, no km 21, o veículo parou bruscamente na faixa da esquerda, e os indivíduos desembarcaram e correram entre as outras faixas da Rodovia Castelo Branco, em direção a uma empresa na Av. Marginal Projetada. Nesse local, com apoio do helicóptero Águia, um deles foi capturado no meio do mato, o outro dentro do duto de esgoto e, por fim o terceiro, foi capturado no final do estacionamento da empresa.

Indagados, não forneceram informações precisas sobre o crime anterior e, perguntados a razão de fugirem em alta velocidade, um deles disse que “foi chamado para buscar um caminhão”. Não foram encontradas armas ou drogas com os indivíduos.

Dentro do veículo, foram encontradas três carteiras, contendo os valores de R$ 1.124,00 (hum mil cento e vinte e quatro reais); R$ 562,00 (quinhentos e sessenta e dois reais) e R$ 119,00 (cento e dezenove reais), bem como cinco aparelhos celulares, seis pen-drive, um chapéu e um par de luvas. Os indivíduos e e o veículo Cobalt foram conduzidos ao 2º DP de Barueri.


Equipe de TOR recupera veículo

Policiais Rodoviários de TOR - Tático Ostensivo Rodoviário do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária, recuperaram um veículo HR branco produto de roubo no km 33 da Rodovia Presidente Castello Branco, em Itapevi.

O veículo teria participado do roubo/sequestro em Juquiá/SP, e ao ser abordado pela equipe, o motorista empreendeu fuga, pulando a grade do pedágio e entrando no matagal, não sendo encontrado. A placa não pertencia ao veículo, e de acordo com o chassi do carro, este seria produto de roubo.


No veículo foi localizada uma maleta de bloqueador de sinal “jammer” (vulgo “capetinha”).

O vigilante que realizava a escolta, possivelmente alvo de dois disparos de fuzil da perna, se encontrava internado no Hospital Geral de Itapecerica da Serra, onde passava por cirurgia após ser liberado na margem da estrada.

O roubo seguido de sequestro

Uma testemunha contou que por volta das 09h, se dirigiu ao Aeroporto de Guarulhos, com o objetivo de conduzir um caminhão VW 10-320 com carga avaliada em R$7 milhões de reais para o Aeroporto de Joinville/SP.

Por volta das 13h40, quando trafegava na BR 116, na altura do KM 424, na cidade de Juquiá/SP (próximo à Miracatu), foi surpreendido por um caminhão IVECO que emparelhou, e o passageiro apontou uma pistola em sua direção, gritando “encosta, encosta”.


Temendo por sua vida, o motorista parou no acostamento, desceu e tentou correr, caindo ao solo, sendo obrigando a volta para a cabine, juntamente com dois indivíduos. Um deles entrou na “boléia”, apontando uma pistola e o ameaçando de morte, dizendo que “deveria levar um tiro, pois estava defendendo mercadoria dos outros”. O outro sentou no banco do passageiro, este sem arma, e ficava apenas conversando com outros no celular.


Após conduzir o caminhão por cerca de 5 Km, na direção da capital, ouviu que um dos indivíduos se comunicando com os outros da IVECO, e foi obrigado pelos dois a parar o caminhão na via, quando ambos desceram e lhes disseram “mete o pé, que estamos te seguindo”. Ele continuou a trafegar pela BR 116, sozinho, tomando rumo ignorado e percebendo que a IVECO, de fato, estava lhe seguindo.


Após uns 5 Km, em São Lourenço da Serra, quando o caminhão IVECO passou por ele, conseguiu entrar em uma via marginal e pediu socorro a outros dois caminhoneiros que estavam neste local. A polícia chegou pouco tempo depois, sendo ele conduzido para a delegacia de Juquiá/SP.


Ouvida a outra testemunha, esta contou que trabalha com escolta armada e por volta das

09h, iniciou a escolta do caminhão Volks quando, na altura no KM 424 da Rodovia BR 116, um veículo Honda Fit preto, emparelhou ao lado da escolta (um Ônix), e fez soar uma “sirene de polícia”. O passageiro então começou a atirar com um fuzil em direção ao vidro frontal, por várias vezes, sendo seu colega de escolta atingido na perna. O carro da escolta diminuiu a velocidade e ele pulou no acostamento, quando visualizou um homem de toca ninja, com colete balístico e uma arma longa (fuzil calibre 5.56), vindo em sua direção. Ele se escondeu e conseguiu se abrigar nas proximidades, pedindo ajuda para a Polícia Militar.


O caso foi registrado no DP de Barueri, em boletim de ocorrência de natureza "Seqüestro e cárcere privado" (art. 148) e "Roubo" (art. 157) - § 2º, II - há concurso de duas ou mais pessoas; § 2ºB - Se a violência ou grave ameaça é exercida com emprego de arma de fogo de uso restrito ou proibido, aplica-se em dobro a pena prevista no caput deste artigo; § 2º, V - o agente mantém a vítima em seu poder, restringindo sua liberdade; § 2ºA, I - Se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma de fogo; e "Associação Criminosa" (art. 288).

Obs: Até a publicação desta matéria, a carga não havia sido recuperada.


Atenderam a ocorrência as viaturas de Força Tática M-20011, 1ºSgto. Oliveira, 2ºSgto. Adriano, Sd Sousa e Sd Willian Barbosa; M-20013, 1º Sgto Cruz, Sd F. Junior, Sd Maciel e Cb Justino; equipe de TOR da Polícia Rodoviária US R-05470: 1° Sgto PM Miron, 2º Sgto PM Ederson e Cb PM Simplício; com apoio do CFP 1° Ten. Tassinari; equipe do comando Dejem, 2º Ten. Freneda; viaturas de área; equipes do Policiamento Rodoviário R-05416 - 2° Sgto. Moraes; R-05417, 2º Sgto. Valmir; R-05419, Cb Donizete, equipe do helicóptero águia 15; Pelotão do 5° Baep, Ten. Bueno; Pelotão do 6º Baep, Ten. Edson e Força Tática I-50019, Sgto. Biguinoto.

88 visualizações

Comentários


bottom of page