Carapicuíba: Blitz interrompe balada ilegal com mais de 100 pessoas


A maioria estava sem máscara e compartilhava narguilés. Seis pessoas foram levadas para delegacia, entre elas o proprietário, funcionários e testemunhas. Bar foi multado em R$ 380 mil por infringir regras sanitárias.

Uma blitz com equipes de fiscalização e a Polícia Civil interromperam mais uma balada clandestina em São Paulo na madrugada desta quinta-feira (22). A festa acontecia no Império Lounge Bar, na Estrada do Tambory, em Carapicuíba, na região metropolitana.

Ao menos 110 pessoas estavam no estabelecimento, das quais 65 sem máscaras. Dezenas compartilhavam narguilés.

A polícia usou um megafone para falar aos clientes da casa noturna e encerrar a balada. Seis pessoas foram levadas para a delegacia, entre elas o proprietário, funcionários e testemunhas. A blitz informou que o bar foi multado em R$ 380 mil por infringir regras sanitárias.


'Fase de transição' Desde o último domingo (18), a gestão estadual começou a liberar o funcionamento de alguns estabelecimentos.


Shoppings e comércios de rua têm autorização para operar, mas bares, restaurantes e casas noturnas seguem proibidos.


O estado está na fase chamada de transição entre a vermelha e a laranja. A medida foi criada pela gestão de João Doria (PSDB) para retomada gradual de setores da economia, após o estado ficar em fases mais restritivas da quarentena por conta do elevado número de casos e mortes da Covid.


Do G1

Fotos: Divulgação/Polícia Civil