top of page

Carapicuíba: Três corpos são encontrados pela Polícia Civil em cemitério clandestino


Vítimas teriam sido julgadas e mortas pelo tribunal do crime. As buscas por outros corpos continuam.

 

Por Fau Barbosa

Na manhã desta segunda-feira,24, por volta das 9h, a Polícia Civil localizou, em Carapicuíba, um cemitério clandestino, usado pelo crime organizado. O local, na divisa com Cotia e Osasco, ficava em uma mata fechada, ao lado de um condomínio localizado na Estrada da Aldeia. Equipes da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros trabalharam durante todo o dia no local. Até o final da tarde, três corpos haviam sido localizados, sendo dois do sexo feminino e um do sexo masculino.


A investigação

Policiais Civis de Carapicuíba vinham desenvolvendo, há algum tempo, um trabalho de combate ao Tráfico de Drogas na cidade. No decorrer dos trabalhos foram realizadas várias prisões e apreensões de objetos, cuja análise deles davam indícios de que, em uma comunidade conhecida como Favela do Chiclete, haveria um barraco usado pelo tribunal do crime para o julgamento de membros de uma organização criminosa.


Segundo a Polícia, o responsável pelo julgamento e autorização da execução das vítimas seria conhecido como “Da Morte”. Ainda segundo a investigação desenvolvida, após o julgamento dos membros da organização criminosa, os cadáveres seriam enterrados em covas no meio de uma mata na Rua José Guardino, ao lado de um condomínio.


Diante das informações, os policiais se deslocaram até a comunidade e lá identificaram um buraco em um muro que dá acesso à mata existente nos fundos da favela, já dentro de um condomínio. Acessando à mata fechada, eles fizeram diversas diligências e identificaram um local plano, onde não havia vegetação rasteira e a terra aparentava ter sido revirada.


Corpos localizados

Foi feita uma breve escavação e já nesse local, identificaram uma parte de um corpo. Nesse momento, cessaram as escavações, sendo acionada perícia do Instituto de Criminalística de Barueri. A Seccional de Carapicuíba solicitou o auxílio do Corpo de Bombeiro para a retirada do corpo.

De início foi localizado um corpo do sexo feminino, o qual foi retirado e colocado em um saco de cadáveres. Poucos metros depois foram verificados novos indícios da existência de mais covas, e procedidas novas escavações.

Foi então localizada outra cova, onde estava um corpo do sexo masculino, decapitado e sem as mãos. Após a retirada do corpo, foi localizado em outra cova ao lado, mais um corpo do sexo feminino.

Os três corpos foram retirados e acondicionados em sacos próprios para cadáver, sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal para que seja apurada a causa da morte e seja feito o levantamento das identidades das vítimas.


O delegado do caso, Dr. Marcelo do Prado, falou com a reportagem do Portal Viva na manhã desta terça-feira, 25:

"Uma equipe está saindo agora da Delegacia e indo para o local. Nós temos informações de que é provável que haja mais corpos ali na região. Talvez tenhamos mais informações no final da tarde", destacou. As investigações procedem.


O caso foi registrado no 1º DP de Carapicuíba, em boletim de ocorrência de natureza "Homicídio" (art.121).

608 visualizações

Comentários


bottom of page