top of page

Castello Branco: Equipe de TOR apreende drogas dentro de veículo usado em transporte por aplicativo

Passageiros foram presos em flagrante


A Polícia Militar Rodoviária prendeu em Osasco, na madrugada da segunda-feira, 22, um casal que estava transportando drogas em um veículo por aplicativo.


Durante patrulhamento tático ostensivo rodoviário (TOR) pela Rodovia Castello Branco, Policiais do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) visualizaram por volta das 01h05 um veículo Chevrolet Ônix no km 19,5 sentido São Paulo. Ao passar pela viatura, os policiais notaram que além do motorista havia um homem e uma mulher no banco traseiro do automóvel. O passageiro então cobriu repentinamente o rosto com a mão esquerda, de modo à dificultar sua identificação pela equipe. Diante da suspeita gerada foram dados sinais sonoros e luminosos de parada. A abordagem ocorreu na altura do km 18,7.

Realizada a busca pessoal, com o condutor do veículo nada de ilícito foi localizado, porém com o passageiro estava uma bolsa e no interior foram localizados R$ 24,00 (vinte e quatro reais) em espécie, sete recipientes plásticos contendo lança perfume e 65 comprimidos de ecstasy. Junto aos pés da passageira foram encontrados sete recipientes plásticos de lança perfume, um invólucro contendo 19 comprimidos de ecstasy, além de 35 invólucros de cocaína.


Não foi possível de imediato realizar busca pormenorizada da passageira (trans), devido a equipe não dispor de policial feminina no momento da abordagem. Foi realizada busca apenas de maneira visual, e ainda assim foi possível notar um objeto no bolso do lado direito da saia que ela utilizava, se tratando de um recipiente plástico contendo lança perfume. Na vistoria veicular foram localizadas uma mochila preta, pertencente ao indivíduo na qual nada de ilícito foi localizado e uma bolsa em couro preta, pertencente à abordada, onde foram localizados 19 recipientes plásticos de lança perfume, nove invólucros e um eppendorf de cocaína.


Indagado, o condutor do veículo informou que trabalhava como motorista de aplicativos e atendia a uma corrida contratada e iniciada em uma casa de eventos em Barueri, onde acontecia um evento. O destino seria outra casa noturna na região da República, zona central de São Paulo. A respeito da droga o motorista alegou desconhecimento.


Questionados os passageiros do veículo sobre a origem, propriedade e destinação das drogas,a abordada disse que as drogas eram para consumo próprio e em seguida, declarou serem de propriedade do seu companheiro de viagem. Ele inicialmente assumiu a propriedade das drogas e afirmou que estaria vendendo nas casas noturnas que eles frequentavam. Depois disse que só falaria em juízo.


Foi dada voz de prisão aos passageiros do veículo pelo crime de Tráfico de Drogas, sendo a ocorrência apresentada no 5º D.P. de Osasco, onde o delegado de plantão, após tomar ciência dos fatos determinou que fosse feita a constatação das drogas junto ao Instituto de Criminalística, cujo laudo deu positivo para 84 (oitenta e quatro) comprimidos somando 0,061 kg de ecstasy; 45 (quarenta e cinco) invólucros somando 0,083 kg de cocaína; e

34 (trinta e quatro) recipientes plásticos somando 0,850 ml de cloreto de metileno/diclorometano (lança perfume). A droga foi apreendida, o casal, de 34 e 22 anos foi preso em flagrante e o motorista do veículo liberado.


Atendeu a ocorrência a viatura R-05471 TOR, Sgto. Barros, Cb De Melo e Sd Adenilson.



38 visualizações

コメント


bottom of page