top of page

Castello Branco: Equipe de TOR liberta vítima de roubo, recupera carga e prende dois criminosos


Dois veículos roubados também foram recuperados.


Fau Barbosa

Por volta das 22h50 do último domingo, 4, policiais militares rodoviários de TOR - Tático Ostensivo Rodoviário faziam patrulhamento na altura do km 24 da Rodovia Castello Branco, quando foi irradiado um roubo de caminhão na altura do km 41, sentido São Paulo. A equipe passou a patrulhar com vistas a um veículo Chevrolet Prisma branco, suspeito de envolvimento no crime.


Na altura do km 22, os policiais visualizaram um automóvel com as mesmas características, que estava com os vidros com insulfilm. Foi realizada a consulta das placas e nada de ilícito foi constatado, entretanto, dada a fundada suspeita, os policiais deram ordem de parada por meio de sinais luminosos e sonoros.


O veículo suspeito não obedeceu e acelerou, com a intenção de despistar a equipe. Iniciou-se uma perseguição, sendo repassada a informação via rede de rádio. Depois de vários quilômetros, quando entraram na Marginal Tietê, o automóvel suspeito começou a forçar passagem por meio do tráfego intenso, vindo a colidir com três carros. Alguns metros à frente, devido a problemas mecânicos, o veículo parou e do seu interior saíram dois indivíduos correndo, os quais pularam uma mureta de concreto e foram na direção do rio Tietê. Nesse momento, uma terceira pessoa saiu do veículo e se identificou como vítima do roubo.

O Roubo

A vítima, de 25 anos, contou aos policiais que dirigia seu caminhão VOLVO/VM 330 8X2R, com um carregamento de carne suína com destino à São Paulo. Na altura do km 54 da Rodovia Castelo Branco, foi abordado por dois carros. O primeiro veículo, que não soube dizer qual era, fechou o caminhão pela frente enquanto o Prisma parou um pouco à frente e dele saíram dois indivíduos armados.


A dupla de criminosos entrou no caminhão e rendeu a vítima, que ficou refém dos bandidos com um revólver apontado para sua cabeça. Rodaram pela rodovia por cerca de cinco quilômetros, sob escolta dos dois veículos até que pararam novamente e, junto com um dos assaltantes, a vítima foi colocada dentro do Prisma, no qual já estava um indivíduo. O caminhão, que ficou em poder de um dos assaltantes, foi levado. A vítima permaneceu com o rosto coberto por uma blusa e com os dois criminosos, ambos armados, que seguiram viagem no sentido São Paulo. A todo momento recebeu ameaças de morte e foi questionado a respeito da existência de localizador na carga do caminhão.


Durante o trajeto, a vítima ouviu os vidros do veículo estilhaçarem quando passaram pela cancela do pedágio e imaginou que os bandidos estavam sendo perseguidos por policiais. Escutou um deles dizer “abaixa o vidro que vou jogar a arma fora” e, em seguida, ouviu um forte estampido, semelhante a um disparo. Quando chegaram na Marginal Tietê, o Prisma se chocou com outros veículos e o motor parou de funcionar, quando os dois assaltantes empreenderam fuga. A vítima conseguiu sair do carro e avistou policiais militares, aos quais gritou por socorro.

A prisão

Diante das informações, os policiais seguiram a pé na direção tomada pelos dois suspeitos. Avistaram um deles já dentro do rio Tietê e conseguiram abordá-lo. Com ele nada de ilícito foi encontrado. O outro suspeito conseguiu escapar por uma galeria.


Foi realizado contato com o responsável pelo caminhão roubado, que passou a rastreá-lo, em tempo real e repassou para a equipe que o caminhão estaria trafegando pela Marginal Tietê, próximo ao local da abordagem. Por volta das 23h30, a vítima avistou um caminhão se aproximando e o reconheceu. Os policiais fizeram a abordagem.


Com o motorista nada de ilícito foi encontrado. Ao realizarem revista veicular, mais especificamente no interior da cabine, foram localizados dois inibidores de sinal “jammer” (uma maleta e um portátil).

O veículo Prisma tinha o chassi aparentemente adulterado, bem como as placas não correspondiam ao seu registro original. Em consulta ao COPOM, os policiais souberam que ele era produto de roubo ocorrido no dia 10/7/22.

Diante dos fatos, os indivíduos, de 22 e 35 anos, foram algemados e conduzidos ao 91º DP do Ceasa, onde ambos foram reconhecidos pela vítima como os autores do roubo. O caminhão e a carga perecível, avaliada em cerca de R$ 170.000,00 (cento e setenta mil reais) foram devolvidos para a vítima.


A Autoridade Policial determinou o registro de boletim de ocorrência, sendo os indivíduos presos em flagrante por "Roubo (art. 157) - § 2º, V - o agente mantém a vítima em seu poder, restringindo sua liberdade § 2ºA, I - Se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma de fogo; § 2º, II - há concurso de duas ou mais pessoas; Receptação (art. 180) ; e Adulteração de sinal identificador de veículo automotor (art. 311). Foi representado pela conversão da Prisão em Flagrante pela Prisão Preventiva, ficando ambos presos e a disposição da Justiça. Dois aparelhos celulares que foram encontrados em poder dos ladrões, por serem potencialmente de interesse para as investigações, foram apreendidos.

Atendeu a ocorrência a viatura de TOR R-05471, Sgto. Miron e Cb A. Simplício, TOR R-05470, Cb Fernando e Sd Dias, com apoio da viatura TOR R-05177 - Cb Artur, Sd Mendes e Sd Rafael Bueno.

231 visualizações

Comments


bottom of page