Cidade Âncora: Carta do mês de Março 2021


"... a ideia de cidadania sempre conservou o sentido da busca de relações mais justas entre as pessoas, da eliminação da exploração, da conquista da liberdade e da edificação da paz. A Cidade Âncora quer ser cidade que recebe todos como cidadãos: crianças e velhos, homens e mulheres, pretos e brancos, que participarão da sua construção e gestão. Lugar no qual os dons de cada serão benvindos, incentivados e colocados a serviço de toda a comunidade."

Este trecho do Planejamento Estratégico de 1998 está mais atual do que nunca, nosso objetivo continua sendo a busca de relações justas e da eliminação da exploração, caminhos fundamentais para conseguirmos paz, autonomia, soberania. Hoje, a Cidade Âncora entende que essa construção precisa incluir toda a sociedade e por isso quer trabalhar com todos e não só com crianças e adolescentes, pois é esse conjunto de pessoas que pode construir e gerir coletivamente o novo mundo, partilhando seus saberes, haveres e dons a serviço do todo. Foi preciso trilhar 25 anos para entender que a estrutura da instituição precisava se transformar para estar integralmente a serviço dessa missão. Também a estrutura política de repasse de verbas para o Terceiro Setor não permite a autonomia e soberania necessária para fazermos a política social que nos propomos. Decidimos focar na construção de um modelo autônomo de sustentação financeira com foco na produção de recursos internos. Hoje trabalharemos com uma equipe mínima, dividiremos nosso espaço privilegiado com parceiros de propósitos semelhantes aos nossos, oferecendo arte, cultura, esporte, lazer, educação para todos, para quem pode e quem não pode pagar, para a família toda. É com toda essa gente, cidadãos usuários, voluntários, empreendedores e/ou investidores que pretendemos construir, de forma democrática e horizontal a Cidade Âncora e, assim, impactar vidas, impactar territórios e também políticas públicas. Você vem conosco? Quer participar? Como? Quais seus saberes, haveres e dons que podem ser compartilhados? Com esperança apesar do caos. Com máscara e distanciamento social. Com uns ajudando os outros, principalmente aqueles que não podem fazer o distanciamento. Com vacina para todos e já!


Regina Machado Steurer Fundadora e Conselheira Cidade Âncora