top of page

Com deslizamento, alagamentos e queda de muros e árvores, chuva forte deixa rastro de caos e medo


Famílias foram retiradas preventivamente de suas casas no Morro do Macaco.


Fau Barbosa

Na tarde desta terça-feira (14) uma chuva forte causou caos e transtornos em toda a região.


Cotia

Durante a forte chuva, houve novos riscos de deslizamentos no Morro do Macaco. Cerca de 15 residências foram desocupadas e pelo menos 20 famílias precisaram deixar suas casas preventivamente na Rua da Contemplação. As famílias foram levadas para a creche Tereza Rivera da Silva.


No final de semana, pelo menos 50 pessoas já haviam sido retiradas do local e levadas para a Associação de Moradores do Jardim Coimbra.

Deslizamento de terra invade residências no Morro do Macaco

Equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Obras trabalharam incansavelmente


Jd. Santa Izabel

No km 21, o córrego transbordou na Rua do Cristo, e virou um enorme piscinão.

No Jardim Santa Izabel, também no km 21, um barranco desmoronou e causou estragos na Rua Poker, na comunidade do Chiclete. Vários carros ficaram boiando e o comércio encheu de água. Moradores relataram ao Portal Viva que a água chegou na cintura das pessoas.

A comunidade do Chiclete, no Jd. Santa Izabel sofreu com a chuva desta terça-feira


No Recanto Suave, a rua Comendador Carmine Lourenço também ficou alagada.


Granja Viana

Na Granja Viana, as ruas José Félix de Oliveira, Nova Amazonas, e Zurique também tiveram pontos de alagamento. Uma árvore caiu e interditou a Rua Roma e parte de um muro caiu na Rua Dom Joaquim.

Vários vídeos postados nas redes sociais mostram os transtornos causados pelo excesso de chuva.

Rua José Félix de Oliveira

Rua Nova Amazonas e Rua José Félix de Oliveira

Veículos driblam o alagamento na Rua Zurique


A Rodovia Raposo Tavares também teve vários pontos de alagamento devido ao enorme volume de chuva.

Raposo alagada na altura do km 24,5


Apesar dos transtornos causados, não houve registro de vítimas.


Cotia registrou um acumulado de chuvas de 102,5 milímetros apenas nos últimos três dias.


Carapicuíba

Em Carapicuíba, o muro da E.E. Toufic Joulian, no centro de Carapicuíba, acabou desabando e um veículo que estava ao lado da escola foi arrastado pela água, que invadiu o pátio. Todo o entorno da escola, na travessa da Av. Rui Barbosa com a R. Nelson Neves Fonseca, sofreu com o alagamento. Não houve registros de vítimas.

Veículo é arrastado pela correnteza após muro de escola cair, em Carapicuíba.


Previsão do Tempo

Segundo os meteorologistas, a circulação dos ventos em diversos níveis da atmosfera fortaleceu os temporais em São Paulo nos últimos dias e os níveis de chuva chegaram a 95,2 mm.


Segundo o Climatempo, a partir desta quarta-feira (15), a circulação atmosférica sofrerá uma alteração no padrão, inibindo a formação de nuvens mais pesadas de chuva. Ainda assim, a influência dos ventos úmidos soprando do mar, mantém a possibilidade de chuvas rápidas, passageiras e com baixos volumes em São Paulo, ou seja, uma situação bem diferente dos últimos dias.


Até o sábado (18), a tendência é de que as temperaturas fiquem amenas e os ventos marítimos não deixem o calor intenso se fazer presente no estado paulista. O tempo fica mais aberto, com predomínio de sol, mas há previsão de chuva isolada no decorrer do dia.

192 visualizações

Comments


bottom of page