Contra alta de Covid, todas as cidades do estado de SP devem entrar na fase vermelha


Medida valerá aos finais de semana e a partir das 20h em todos os dias úteis. Reclassificação foi anunciada nesta sexta-feira (22).

Após mais uma semana de piora nos indicadores da Covid-19 em São Paulo, o governador João Dória anunciou nesta sexta-feira (22) regras mais restritivas de isolamento social, determinando que todo o estado fique na fase vermelha do plano de flexibilização econômica. A medida deve acontecer aos finais de semana e feriados e nos dias úteis, valerá a partir de 20h.

Apenas serviços essenciais como padarias, mercados e farmácias, podem operar. Bares, restaurantes e comércio não poderão funcionar.

As restrições de horários e serviços têm como objetivo diminuir a circulação das pessoas e, com elas, do vírus. Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a disparada de casos e mortes atinge de forma mais alarmante o interior do estado.


Cinco municípios da Grande São Paulo já apresentaram índices de ocupação hospitalar acima de 80% na última sexta-feira (15). Isso fez com que o governo recomendasse que os prefeitos adotassem medidas da fase vermelha – a mais restritiva – mesmo que a região tivesse sido mantida na amarela.

Dez regiões estão atualmente na fase laranja, e outras seis, incluindo a Grande São Paulo, na amarela.

Confira as fases:

Vermelha – só operam serviços essenciais

Marília


Laranja – bares não abrem, e demais serviços funcionam com restrições de horários e capacidade

Araçatuba, Bauru, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Taubaté, Sorocaba, Registro e Presidente Prudente.


Amarela – bares podem funcionar até 20h

Araraquara, Barretos, Baixada Santista, Campinas, Grande São Paulo e São João da Boa Vista.

O que funciona na Fase Laranja - Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.

- Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores.

- Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia.

- Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h.

- Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.


O que funciona na Fase Amarela - A capacidade máxima passa a ser limitada a 40% de ocupação para todos os setores. Antes, o percentual variava por setor: academias podiam operar com apenas 30% da ocupação, por exemplo.

- O atendimento presencial ao público pode ser feito apenas até as 22h, em todos os setores, exceto no setor de bares, que pode funcionar até as 20h.

- O horário de funcionamento passa a ser limitado a 10 horas por dia para todos os setores. Antes, o horário variava por setor.


Serviços essenciais que podem funcionar na Fase Vermelha Farmácias, Mercados, Padarias, Açougues, Postos de combustíveis, Lavanderias, Meios de transporte coletivo (ônibus, trens e metrô), Transportadoras, oficinas de veículos, Atividades religiosas, Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria, Bancos, Pet shops.


Vacina

A vacina já chegou nos 645 municípios do Estado. Até quinta-feira (21), mais de 50 mil pessoas foram vacinadas.

Porém o início da vacinação não significa o endurecimento das regras. A sociedade deve se conscientizar que estamos em pandemia e não se deve baixar a guarda, mantendo o uso de máscaras, álcool gel e demais regras de higienização.


Imagens: Freepik e Governo de SP

62 visualizações