top of page

Cotia aprova Conselho da Igualdade Racial e a Folia de Reis se torna patrimônio imaterial


Estrada das Mulatas, em Caucaia do Alto, passa a se chamar Estrada Carolina Maria de Jesus (uma das primeiras escritoras negras do Brasil).


O mês do Dia Nacional da Consciência Negra em Cotia foi celebrado com grandes eventos e conquistas. Além da programação cultural que aconteceu no dia 13/11, em Caucaia do Alto, teve ainda sessão solene na Câmara Municipal (dia 18/11) e Café com Axé especial no dia da Consciência Negra (20/11), na Congada de São Benedito de Cotia. Na Câmara, os vereadores aprovaram a criação do Conselho Municipal de Desenvolvimento e Promoção da Igualdade Racial, a alteração do nome da Estrada das Mulatas, em Caucaia do Alto, para Estrada Carolina Maria de Jesus (uma das primeiras escritoras negras do Brasil) e aprovaram a instituição da Folia de Reis como patrimônio imaterial de Cotia.

A programação que marcou as celebrações do Dia da Consciência Negra contou com parceria entre as Secretarias de Cultura e Lazer e dos Direitos Humanos, Cidadania e Mulher. E foi esta última secretaria que propôs a mudança do nome da Estrada das Mulatas para Carolina Maria de Jesus. "O Brasil deve uma reparação imensa e estrutural ao nosso povo preto. Somos iguais na Constituição, mas ainda precisamos de tratamento diverso na nossa diversidade e especificidades. Oferecer mais hoje a quem tanto foi negado e retirado no passado”, disse Ângela Maluf, vice-prefeita e titular dos Direitos Humanos, Cidadania e Mulher.

Os vereadores também aprovaram um Projeto de Lei que autoriza a Prefeitura de Cotia a criar o Conselho Municipal de Desenvolvimento e Promoção da Igualdade Racial o que, segundo Ângela Maluf, é uma grande conquista para o município. “Cotia é uma cidade que abraça todas as diferenças. Nós construímos laços e caminhamos juntos. Nos sentimos um pouco brancos, um pouco pretos, um pouco amarelos, um pouco vermelhos. Somos diversos. É isso que nos faz tão lindos, tão belos e tão culturalmente fortes. E este Conselho Municipal significa uma grande conquista em favor da luta pela igualdade e por políticas públicas que nos coloquem todos em situação de igualdade de fato”, comentou Ângela Maluf.

A celebração do Dia Nacional da Consciência Negra terminou na ‘casa’ de um dos patrimônios culturais imateriais de Cotia: a Congada de São Benedito de Cotia, na Vila São Joaquim, no domingo (20/11).

O local recebeu uma edição especial do ‘Café com Axé’ – evento que faz parte do movimento ‘Caminhada Pela Cultura de Paz e Não-violência de Cotia’.


24 visualizações

Comentarios


bottom of page