Cotia: Biblioteca Batista Cepelos recebe a exposição “186 dias de Solidão”


O artista plástico Baner é morador de Cotia há mais de 20 anos.

Na quarta-feira (8/12) tem estreia da exposição “186 dias de Solidão”, do artista plástico Baner, na Biblioteca Municipal Batista Cepelos, em Cotia. Na mostra, o artista reúne uma coletânea de pinturas feitas em tempo de isolamento. O artista descreve as obras como enigmáticas, da mesma forma que o vírus [coronavírus] se apresentou no início da pandemia, em 2020.


As pinturas poderão ser visitadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até o dia 14 de janeiro de 2022. Baner estudou pintura na Academia de Belas Artes de Roma. Participou de exposições individuais e coletivas em países como Itália, Suécia, Croácia, Sérvia, Macedônia e Japão. Sua história com o Brasil começou em 1990, quando teve que fugir da Guerra Civil na Iugoslávia. O artista vive em Cotia há mais de 20 anos.


“[186 dias de solidão] Meditações a lápides de vítimas desconhecidas da Covid-19”, descreveu o próprio artista. Entre os locais pelos quais Baner já expôs estão, Salão da Pinacoteca de São Bernardo, em 1997; Galeria Carioca (Rio de Janeiro, 1997); Galeria Artes Comunicações no Senac (São Paulo, 1998); Funarte (São Paulo, 1998).

A exposição é livre para todas as idades, a entrada é franca e segue os protocolos sanitários de proteção à Covid.

Serviço

Exposição “186 dias de Solidão” – Artista plástico Baner

Biblioteca Municipal Batista Cepelos

Av. Prof. Manoel José Pedroso, 1147 – Pq. Bahia

De 8 de dezembro de 2021 a 14 de janeiro de 2022

Visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Entrada franca. Livre

Protocolos de prevenção à Covid-19

13 visualizações