top of page

Cotia: Guardas Civis participaram da capacitação ‘Superar barreiras para garantir a inclusão’


Nesta semana, um grupo de Guardas Civis de Cotia participou da capacitação ‘Superar barreiras para garantir a inclusão’ oferecida pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com o apoio da Secretaria dos Direitos Humanos, Cidadania e Mulher. O treinamento durou duas horas e meia, e os participantes receberam informações sobre os direitos das pessoas com deficiências, símbolos universais sobre deficiências, entre outros, com o objetivo de combater preconceitos e tornar a corporação de segurança ainda mais humanizada.

A palestra foi ministrada pela presidente do Conselho, Sonia Esplendor, e teve ainda a presença do seu filho, Gabriel Biaggio, paratleta de natação e atletismo. Gabriel é uma pessoa com síndrome de down e tem participação em competições esportivas nacionais e internacionais. Atualmente, ele é suplente do Conselho.

Na capacitação foram abordados temas que visam construir um esforço para combater estereótipos, preconceitos, quebrar barreiras morais que impedem de aceitar diferenças e enxergar soluções no processo de inclusão. Os Guardas também participaram de um café sensorial para que pudessem ‘sentir’ como é a rotina de uma pessoa cega, por exemplo, em atividades diárias, como se alimentar.

A presidente do Conselho, Sonia Esplendor, falou sobre a consulta pública para pessoas com deficiência que está em andamento na cidade. Ela pediu apoio na multiplicação da informação. O objetivo é saber quem são e quantas são as pessoas com deficiência em Cotia para que a construção de políticas públicas voltadas para estas pessoas. A consulta segue até 26/02 no site da Prefeitura (www.cotia.sp.gov.br).

O Secretário de Segurança Pública, Almir Rodrigues, participou da abertura do evento. "Estamos aqui rodeados de pessoas capacitadas que nos ensinarão a lidar de forma respeitosa e generosa com algo que, muitas vezes, é desconhecido. E o desconhecido é o grande responsável pela discriminação. A gente ouve falar em inclusão, mas será que a gente pratica isso no nosso dia a dia?", indagou Almir.

O GC Modesto participou da capacitação e saiu com muita informação. "Muito bem retratado sobre o assunto [inclusão], aprendi muito com o que presenciei hoje. Valeu muito pelo conhecimento adquirido e parabéns a todos os envolvidos", comentou o guarda.


Também apresentaram algumas ações voltadas para a pessoa com deficiência, como a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

A palestra também contou com a participação de representantes do grupo ‘Mães e Pais que Lutam’ que falaram sobre condições relacionadas às pessoas com autismo.


Fotos: Juliano Barbosa

29 visualizações

Comments


bottom of page