Cotia: Ladrão rouba residência, entra em luta corporal com moradores e morre ao cair de prédio

Atualizado: 29 de Dez de 2021


Caso aconteceu de madrugada em um condomínio no Jd. Sabiá e foi registrado como Legítima Defesa.

Por Fau Barbosa

Na madrugada desta terça-feira, 28, policiais militares foram acionados via Copom para atender averiguação de roubo à residência em um Condomínio na Rua Benedito Dias dos Santos, no Jd Sabiá, em Cotia.


Ao chegarem ao local, se depararam com moradores aflitos os quais bradavam terem visto dois indivíduos correndo naquele espaço residencial. Em varredura pelos andares em busca dos supostos roubadores, os policiais encontraram um pé de tênis, relógio de pulso e um isqueiro, além de vestígios de sangue no hall do terceiro andar da torre B, onde moram um casal e dois filhos.


O morador, de 51 anos, contou aos policiais que, por volta das 4h20, acordou com os gritos dos filhos e latidos dos cachorros. Ao se levantar abruptamente, assustado, se deparou com um rapaz estranho dentro do apartamento. Ele estava de touca, com uma das mãos embaixo da blusa, aparentando estar armado.


Ao perceber que se tratava de um assalto, o morador investiu contra o invasor, entrando em luta corporal pelo interior da residência bem como no hall de entrada. Foi quando sua filha, de 26 anos, surgiu com uma faca de cozinha e, na tentativa de ajudar o pai, golpeou o ladrão o qual soltou o morador e tentou fugir saltando pela janela basculante situada no hall. Ao saltar ele acabou caindo sobre a marquise/toldo de entrada do edifício.


O morador se trancou no apartamento com a família até a chegada da Polícia Militar, contatada pela filha via ligação no 190. Aos fundos, próximo ao muro que cerca o condomínio, o ladrão, de 26 anos, foi encontrado ferido pelos policiais, sendo socorrido pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional de Cotia, onde entrou em óbito.


A equipe de investigação da Polícia Civil, fez levantamento de informações captadas pelo circuito de monitoramento e por testemunhas. As imagens mostram o indivíduo circulando pela dependências do condomínio desde às 3 horas da madrugada.


Alguns objetos - supostamente furtados - foram localizados próximos ao muro onde o indivíduo foi encontrado caído e, provavelmente, por onde pretendia escapar.


Após análise da dinâmica dos fatos, a Autoridade Policial, Delegada Monica Gamboa, reconheceu a legítima defesa prevista no artigo 25 do Código Penal, considerando à injusta e atual agressão perpetrada pelo indivíduo durante o repouso noturno da família.


A Causa mortis será determinada após laudo pericial hábil, esclarecendo se o óbito ocorreu proveniente da queda, dos golpes de faca ou de ambos os fatores concomitantemente. Comunicação de óbito aos familiares realizada.


Solicitado assessoramento à equipe AFIS do IIRGD e a perícia de local ao Instituto de Criminalística, responsável pela apreensão da faca de cozinha utilizada pela moradora. Requisitado exame necroscópico, toxicológico e dosagem alcoólica do indivíduo ao IML, assim como expedida requisição de corpo de delito ao morador, o qual apresentou escoriações e pequenos hematomas.

O caso foi registrado no DP de Cotia, em boletim de ocorrência de natureza "Roubo à residência (art. 157) e Furto (art. 155) tentados; Homicídio (art. 121); e Legítima defesa (art. 23, II).


Atendeu a ocorrência a viatura M-33301 da Polícia Militar, com apoio das viaturas do CGP III; M-33313; M-33307e M-33304; da Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros UR-18213; da perícia S-1386 e da Polícia Civil P-24274.



475 visualizações