Cotia: PM prende suspeito de roubo e sequestro relâmpago


Crime ocorreu em São Roque e a prisão aconteceu no Jd. Sabiá, em Cotia.

Por Fau Barbosa

Um indivíduo de 29 anos foi detido pela Polícia Militar por volta das 13h40 desta terça-feira, 24, durante a Operação Força Total. Segundo informações, ele seria suspeito de estar envolvido em um roubo com retenção de vítima, seguido por extorsão mediante sequestro. A placa do veículo Fiat Argo usado no sequestro, havia sido obtida em imagens das câmeras de segurança de locais próximos da abordagem.


O Sequestro

Policiais militares receberam a informação via rede de rádio, passadas pela 2ª Cia do 50 BPM/I de São Roque, que um veículo Fiat Argo branco estaria envolvido em um roubo seguido de sequestro de um veículo Ford Fusion preto com uma família em seu interior. As vítimas, um administrador de empresas de 45 anos, seu pai de 82 anos, a empregada de 38 anos e sua filha de 8 anos, foram abordadas por quatro homens armados por volta das 13h40, na Estrada Municipal Darcy Penteado, no bairro Mailasqui, em São Roque/SP.


Os meliantes anunciaram o roubo e rodaram por cinco horas com as vítimas. Depois as levaram até um local indefinido, onde roubaram celulares, documentos e chaves das vítimas. Depois ligaram para o filho do empresário e exigiram o pagamento de 20 mil reais. Foram feitas duas transferências de 10 mil reais cada. As vítimas não sofreram ferimentos e não saíram do veículo em nenhum momento. Após os bandidos receberem o dinheiro, as vítimas foram abandonadas na Estrada do Maracanduva, em Vargem Grande Paulista.


O veículo Ford Fusion foi localizado posteriormente, na Estrada do Capuava, esquina com a Rua Formosa, no Jardim Sabiá.


Veículo suspeito

De posse das informações, Policiais Militares de Força Tática faziam o patrulhamento com vistas aos dois veículos, quando por volta das 17h as viaturas da 3°cia localizaram o veículo Ford Fusion abandonado na Rua Formosa, no Jardim Sabiá. Na sequência da ocorrência, os policiais observaram um veículo Fiat Argo branco em andamento. Ele foi acompanhado e abordado na Rua Apucarana.


Ao ser indagado, o motorista negou o crime e informou que trabalhava como motorista de Uber, informando que esteve na parte da manhã na cidade de São Paulo e que posteriormente pegou uma corrida até Cotia, quando foi abordado na região do Jd. Sabiá. Ele e o veículo foram encaminhados ao DP de Cotia.


Investigação

Na delegacia, para comprovar sua alegação, o motorista aceitou desbloquear seu celular e mostrou uma conversa com um cliente por volta das 13h com a inscrição “partiu Ibirapuera”.


Para verificar se as informações passadas eram verdadeiras, a equipe de investigação do DP de Cotia realizou pesquisas nos sistemas policiais, em especial, no sistema DETECTA, para encontrar leituras de placas. O veículo abordado apontou leituras de passagem por avenidas em São Paulo desde às 11h30, na Avenida 9 de Julho, passando pela Marginal Pinheiros até às 14h, já na região do Ibirapuera. O motorista também teria realizado, por volta das 15h25, uma corrida pelo Uber na Rodovia Anhanguera até a cidade de Itapevi-SP.


A autoridade policial determinou o registro circunstanciado da ocorrência, assim como apreensão do aparelho celular do indivíduo e apreensão do veículo Fiat ARGO (Uber) e do veículo Ford Fusion (veículo das vítimas), ambos para serem submetidos à perícia AFIS.


O caso foi registrado no Boletim de Ocorrência de nº 3051/2021, de natureza Roubo (art. 157) com emprego de arma de fogo de uso restrito e Extorsão mediante seqüestro (art. 159). Os fatos foram minuciosamente descritos em relatório de investigação anexo ao boletim de ocorrência, documentado com “prints” do celular do investigado, extrato do Detecta, oitivas e demais documentos.


Após o registro da ocorrência o investigado foi colocado em liberdade. Segundo a Polícia Civil, existiam elementos que colocam em dúvida a sua participação no crime, já que não foi reconhecido pelas vítimas, que disseram à Polícia que apesar de parecido, não o reconheciam com certeza. Os fatos, com o resultado da perícia, serão investigados em Inquérito Policial, conduzido pela Delegacia de Ibiúna.


Atenderam a ocorrência a viatura do 1° Pelotão de Força Tática, M-33023, Cb Maikon e Cb Rocha, com apoio do Tático Comando M-33012, 1°Ten Zanardo, Sd Rodrigues e Cb Barros; CGP Rocam, 1°Sgto. Augusto e Sd Erich; M-33026, 2°Sgto.Ribeiro, Sd Marcelo e 3°Sgto Silva; Rocam, Sd Taison, Sd Wicthor, Sd Felipe e Sd Caló.




549 visualizações