top of page

Cotia: Polícia Civil divulga retrato falado de indivíduo que estuprou adolescente de 16 anos

Atualizado: 9 de dez. de 2023

A vítima e dois amigos foram abordados após saírem de um lago no Jd. Sandra. Polícia pede que a população divulgue e tome cuidado


Fau Barbosa

A Polícia Civil de Cotia identificou e divulgou na tarde desta quinta-feira, 7, um retrato falado de um estuprador, de 47 anos. O material foi produzido pelo setor especializado da Polícia Civil.

Retrato falado foi divulgado pela Polícia Civil nesta quinta-feira.


O indivíduo é Flávio Cândido da Silva, de 47 anos, foragido da Justiça. Ele seria o autor do estupro de uma adolescente de 16 anos na mata ao lado do lago do Jd. Sandra. "Nós conseguimos identificá-lo", disse o delegado do caso, Dr. Adair Marques. "Ele já tem condenações por roubo. Também está foragido e responde por já ter estuprado a própria filha (uma criança), com mandado de prisão na cidade de Embu das Artes", destacou.


Entenda o caso

O crime aconteceu no último dia 25 de outubro. Três amigos, um jovem de 18 anos e duas adolescentes de 16 anos, mataram aula na parte da tarde para ir até um lago no Jd. Sandra.


Segundo a Polícia, eles ficaram no local até por volta das 18h30, quando resolveram voltar para casa. Quando estavam voltando foram seguidos por um indivíduo que estava de máscara e usando um capuz e um chapéu tipo pescador. Portando uma arma de fogo, ele abordou os jovens, os amarrou e roubou seus celulares e carteira.


Em seguida ele levou uma das meninas para cerca de 10 metros mata adentro, onde a estuprou. Após o estupro, ele ficou com os jovens até cerca de 22h na mata e depois os liberou, mandando-os embora.


A investigação

Os Policiais Civis passaram a investigar o caso e na manhã desta quinta-feira foram cumpridos mandados de busca em Cotia. O delegado Dr. Adair Marques falou com exclusividade à reportagem do Portal Viva.


"Desde a madrugada nós estávamos fazendo monitoramentos aqui em Cotia. Chegamos a um familiar desse criminoso e identificamos o local onde ele estava escondido. Nós o localizamos onde ele estava morando, em uma cabana oculta na mata justamente nas imediações do lago do Sandra", disse o delegado.

"Nós fomos até esse local, fizemos uma campana para capturá-lo, conseguimos vê-lo lá no local. Só que ele é uma pessoa que já tem uma experiência de mata, já mora lá há algum tempo, e conseguiu perceber o cerco policial e fugiu em desabalada carreira pelo interior da mata densa e fechada", relatou à reportagem.

Foi feita uma varredura pelo local e os policiais acabaram localizando a cabana onde o indivíduo estava morando.

"Era uma cabana improvisada na mata, coberta por folhas de coqueiros, de modo que você não percebe que ali tem uma cabana. Nós acabamos achando a entrada da cabana e lá localizamos pertences das vítimas, que reconheceram diversos pertences e objetos usados no momento do crime, como a carteira do jovem, faca, entre outras coisas", ressaltou.

Local onde estava a cabana do estuprador


Vários pertences das vítimas foram localizados na cabana


"Ontem nós assumimos com o Serviço Aérotático da Polícia Civil, fizemos buscas com drones na mata das imediações ali do Sandra, mas infelizmente nós não tivemos sucesso em localizá-lo".


O delegado pede que a população tome cuidado e divulgue o retrato falado do indivíduo.

"Fica o nosso apelo para que divulguem esse retrato falado e o nome desse cidadão, para que a população tenha consciência de que, primeiro, existe um indivíduo que é autor desse estupro e é suspeito de ter praticado pelo menos mais um outro estupro ali nas imediações da Rua das Cruzadas, da Estrada dos Fischers e do lago do Sandra", ressaltou.

Segundo o delegado, o indivíduo é suspeito de ter tentado estuprar uma outra mulher, que lutou com ele e conseguiu escapar. "É provável que ele a levaria para a mata para estuprá-la", disse. "Nós precisamos que a foto dele seja conhecida pela população, sobretudo aqui na região de Cotia, para que tomem cuidado com isso e auxiliem a Polícia a localizá-lo", destacou a Autoridade Policial.







301 visualizações
bottom of page