top of page

Cotia registrou três acidentes com escorpiões em janeiro. Saúde alerta sobre cuidados


Hospital Regional é a unidade de referência para atendimento de vítimas e é para onde a pessoa deve ser encaminhada o mais rápido possível.


Dados do mês de janeiro deste ano mostram que Cotia registrou três casos de acidentes com escorpiões, todas as vítimas são pessoas adultas e não houve óbito. O número já é maior do que os casos anotados ao longo do ano de 2022 inteiro, quando a cidade registrou duas ocorrências. De acordo com a Secretaria de Saúde, o aparecimento de escorpiões é mais frequente em épocas de calor e, por consequência, o risco de acidentes aumenta, fazendo com que seja necessário a adoção de algumas medidas para se proteger. Em Cotia, o Hospital Regional é a unidade de referência no atendimento de casos de picadas de escorpiões e é para onde a vítima deve ser encaminhada o mais rápido possível.

“O aumento dos escorpiões começa em novembro, por conta da temperatura em elevação. Os artrópodes, aracnídeos: escorpiões e aranhas, e insetos: mosquitos, baratas, e etc. alteram o metabolismo de acordo com as condições ambientais. No calor ficam mais ativos, se reproduzem mais, se alimentam mais e aumentam os registros de ocorrência, acidentes ou doenças”, explicou Ricardo Cabrera, biólogo da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde.

Os escorpiões são encontrados em áreas urbanas e rurais de Cotia. “Qualquer lugar que possa acumular restos de construção, vegetação sem manutenção ou desmatamento são propícios para o escorpião. Outro fator importante é a presença de baratas, principal alimento destes animais em áreas urbanas”, disse. “O controle de baratas é essencial para diminuir a população de escorpião”, alertou.

Como evitar acidentes com escorpiões?

A prevenção é a melhor forma de evitar acidentes. Por isso não deixar na residência entulho, resto de obra e lixo. A vegetação do quintal deve ser sempre mantida com grama aparada. Evite decorações com pedras e outros locais que possam servir de abrigo para esses animais. Manuseie blocos e telhas com luvas de raspa de couro. Não deixe sapatos e tênis jogados pela casa. Evite panos unidos e toalhas jogados pela casa.

O que fazer em caso de acidentes?

Em caso de acidente, deve-se procurar imediatamente atendimento médico. Em Cotia, a unidade de saúde de referência é o Hospital Regional, que conta com soros antiofídicos. Estudos determinam que as crianças são as mais vulneráveis e devem receber atendimento médico em até uma hora depois do acidente.

Como proceder se encontrar um escorpião?

Em caso de suspeita ou presença de escorpião na residência, o morador deve entrar em contato com a Vigilância Ambiental de Cotia pelo e-mail (vigilancia.ambiental@cotia.sp.gov.br) e, se possível, coletar o animal com luva, pinça ou graveto e condicioná-lo em um vidro de tampa de rosca com álcool. Pode-se ainda fazer um registro por foto para facilitar a identificação.

Quais tipos de escorpiões são encontrados em Cotia?

Dados obtidos pela Vigilância Ambiental mostram maior ocorrência de Escorpião-marrom (Tityus bahiensis) na região da Granja Viana e no Centro; já Escorpião-Amarelo (Tityus serrulatus) está mais presente em Caucaia. As duas espécies são de importância médica e com risco de acidente grave, principalmente em crianças.

Quantos acidentes Cotia registrou com escorpiões nos últimos anos?

Dados do Sinan mostram que foram três ocorrências em 2018; sete em 2019; duas em 2020; nove em 2021; duas em 2022, e três em janeiro de 2023.

Foto: Vagner Santos

74 visualizações

Comentários


bottom of page