top of page

Denúncias anônimas: Números crescem e ajudam a Polícia a prender mais suspeitos

Em 2023 foram registradas 93 mil queixas, o maior número de registros desde 2014.


Fau Barbosa

A Secretaria de Segurança Pública de SP divulgou nesta quarta-feira, 20, uma informação bastante relevante: cresceu o número de denúncias anônimas feitas para a Polícia Militar. O número de denúncias não só cresceu em relação ao ano anterior, como alcançou o maior patamar em dez anos.


Segundo a estatística, de janeiro a dezembro, foram registradas 93,6 mil queixas nas plataformas oficiais, um aumento de 25% em relação a 2022, quando houve 74,9 mil notificações.


Disk-Denúncia

Os registros são feitos por telefone, via 181, ou pela plataforma on-line do Web Denúncia. As informações passadas pelos cidadãos são analisadas por uma equipe especializada e ajudam a corporação a solucionar crimes. Somente no ano passado, as denúncias permitiram à polícia prender 5,3 mil suspeitos, sendo 1,8 mil foragidos da Justiça. 


Em novembro do ano passado, por exemplo, uma denúncia anônima feita pelo 181 foi responsável pela localização de 34 “mulas” do tráfico (pessoas que transportam drogas dentro do próprio corpo). O grupo, que estava em uma casa na Vila Sônia, ia levar o entorpecente para o exterior. Uma pessoa responsável pelo esquema foi presa em flagrante, e diversos passaportes foram apreendidos no local.


Até 2013, as informações podiam ser passadas somente pelo telefone 181. Depois, foi criado o Web Denúncia, a primeira plataforma do país para receber notificações pela internet. Nela também é possível anexar fotos e vídeos da denúncia. 


Das 93,6 mil denúncias, 71,6 mil foram registradas pela internet e 22 mil por telefone. O número alcançado pela plataforma on-line também é recorde. Só neste ano, nos meses de janeiro e fevereiro, o serviço recebeu 16,6 mil denúncias nos dois canais.  


Qualquer tipo de crime pode ser denunciado na plataforma. Os mais comuns são de tráfico de drogas, roubos, furtos e informações sobre procurados pela Justiça.


Participação da comunidade

Mas para que o serviço funcione é importante a participação e parceria da comunidade, já que a Polícia não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo e saber de todos os fatos que acontecem. “É por meio das denúncias que conseguimos solucionar diversos crimes”, diz o analista estratégico do Disque Denúncia, sargento Caligiuri.


Segundo ele, apesar do número alto dos registros, muitas pessoas não fazem as denúncias por medo ou insegurança. No entanto, em ambas as ferramentas o denunciante pode passar informações sem ser identificado, o que garante o anonimato e o sigilo da identidade. 


Como fazer a denúncia?

A denúncia pela plataforma do Web Denúncia pode ser realizada por qualquer pessoa e a qualquer hora no endereço https://www.webdenuncia.org.br/cidadao/denuncie


Para fazer o registro, basta clicar em “Denunciar”, escolher o tipo de crime e preencher o formulário com os dados da ocorrência. Ao final, é fornecida uma senha pelo sistema para que o denunciante possa acompanhar a apuração da polícia.


Já se o cidadão preferir passar as informações por telefone, é só ligar para o 181. Ele será atendido por um telefonista e poderá fornecer as informações para que a denúncia contra o crime seja registrada.



27 visualizações

Comments


bottom of page