top of page

Dia Mundial dos Doadores de Sangue: Tire suas dúvidas sobre o tema

Confira 14 respostas para dúvidas comuns sobre a doação


A doação de sangue é um ato voluntário que salva milhares de vidas, mas que ainda desperta algumas dúvidas entre a população. O Dia Mundial dos Doadores de Sangue é celebrado no dia 14 de junho.  


No estado de São Paulo, muitas pessoas têm optado pela doação. Na Fundação Pró-Sangue, de janeiro a abril deste ano, foi registrado o total de 35.764 doadores de sangue. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve aumento de 2,73%. Já na comparação com o primeiro quadrimestre de 2022, o crescimento é de 5,43%.

Dados repassados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) sobre doação de sangue no primeiro quadrimestre do ano.


Confira abaixo 14 respostas para dúvidas comuns sobre doação de sangue:


1 – Quantas vidas uma doação pode salvar?

Uma simples bolsa de sangue de 450 ml pode salvar até quatro vidas. 


2 – Qual o peso mínimo para doar sangue?

Quem tem menos de 50 kg não pode doar. O volume a ser doado é proporcional ao peso do doador. Pessoas com peso inferior a 50 kg não possuem volume sanguíneo suficiente para realizar a doação, que é de 450 ml.


3 – Tatuagem impede doação? 

Quem tem tatuagem pode doar sangue. Porém, o candidato não pode ter feito uma tatuagem nos últimos 6 meses. 


4 – A partir de que idade pode doar sangue?

É permitido doar sangue a partir dos 16 anos. Porém, menores de idade devem ter a autorização dos pais ou responsável legal.


5 – Quando posso doar de novo?

Homens podem doar sangue de dois em dois meses, sendo o limite de no máximo quatro vezes ao ano.


Mulheres podem doar sangue de três em três meses, sendo no máximo três vezes ao ano, devido à reposição dos estoques de ferro, que é mais demorada em virtude das perdas durante os ciclos menstruais.


6 – Doar sangue emagrece?

Doando sangue você não ganha nem perde peso. O volume de sangue doado começa a ser reposto no organismo 24 horas após a doação. Por conta disso, o peso não sofre alterações.


7 – Mulheres podem doar quando estão menstruadas?

Sim, a menstruação não é uma contraindicação para a doação.


8 – Dengue impede a doação de sangue?

Quem teve dengue comum deve aguardar 30 dias antes de doar. Já os que tiveram dengue grave devem aguardar 180 dias após a recuperação completa.


9 – Há risco de contrair doença?

Doar sangue é um procedimento seguro e não apresenta risco de contrair doenças infecciosas. Isso ocorre porque todo o material utilizado é estéril e descartável, garantindo a segurança do doador.


10 – Para onde vai o sangue?

Depois de doado, o sangue é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas, plasma e crioprecipitado) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada.


11 – Quem doa sangue ganha folga?

Segundo a Lei nº 1.075, de 27 de março de 1950, todo trabalhador que doar sangue tem direito a um dia de folga a cada 12 meses de trabalho. Essa lei se aplica a todos os tipos de trabalhadores, sejam eles funcionários públicos ou da iniciativa privada.


12 – Quem doa fica com menos sangue?

Não, porque na doação de sangue se retira menos do que 10% do volume sanguíneo total. Essas células sanguíneas doadas são repostas pelo organismo ao longo do tempo e não farão falta no desempenho das funções metabólicas da pessoa que doou.


13 – Doar engrossa o sangue?

A doação de sangue não engrossa nem afina o sangue. O gesto de doar de forma voluntária não causa nenhum prejuízo à saúde do doador.


14 –  Precisa fazer jejum para doar sangue?

Pelo contrário, o doador deve estar bem alimentado e descansado. É recomendado evitar alimentos com excesso de gordura três horas antes da doação. O processo de doação é seguro e leva menos de uma hora!


Onde doar sangue em SP?

Para realizar a doação, é preciso fazer o agendamento online no site da Pró-Sangue, no link www.prosangue.sp.gov.br e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

Comments


bottom of page