top of page

Duas pessoas são baleadas durante discussão em bar em Cotia

Caso aconteceu na madrugada da sexta-feira, 31, em um bar no Jd do Museu.


A Guarda Municipal foi acionada via Cecom, na madrugada da última sexta-feira, 31, por volta das 00h30, sobre uma ocorrência onde uma vítima de 46 anos havia dado entrada na UPA do Atalaia, com ferimentos por arma de fogo.


Os guardas foram até a UPA, onde fizeram contato com a vítima, a qual estava consciente. O homem informou aos guardas que estava em um bar na Estrada do Museu, quando houve uma confusão no estabelecimento. Ele teria saído quando foi alvejado no ombro direito, mas não soube de onde veio o disparo, nem quem o efetuou, sendo socorrido por populares. A equipe médica da UPA informou que a vítima estava com o projétil alojado no ombro e não corria risco de vida, sendo transferida ao Hospital Regional de Cotia, onde permaneceu internada para procedimento cirúrgico.


Diante do relato, os guardas realizaram patrulhamento percorrendo toda a extensão da Rua do Museu, contudo não localizaram nenhum bar, nem mesmo residências, já que o local é uma rua vicinal, cercada apenas por mata.


Outra vítima

Policiais Militares também foram acionados, via Copom, para atender uma ocorrência no Hospital de Cotia, onde havia dado entrada uma vítima de disparo de arma de fogo. Ao chegarem ao local, a vítima estava em procedimento cirúrgico. Segundo a equipe médica o homem, de 29 anos teria dado entrada no hospital, após ser socorrido por seu tio, o qual contou que estava em um bar no Jardim do Museu, quando aconteceu uma discussão nas proximidades do estabelecimento. Em seguida, ele ouviu disparo de arma de fogo e constatou que seu sobrinho estava caído na rua com sangue na boca e na região do abdômen. Ele imediatamente o socorreu, levando-o em seu próprio carro para o Hospital de Cotia, onde passou por cirurgia e segundo o médico estava estável. O tiro teria entrado pelas costas e atravessou o abdômen.


Os policiais acionaram a Polícia Civil para que comparecesse ao Hospital para tentar obter do tio da vítima alguma informação que permitisse a identificação do local do crime, já que a vítima permanecia em cirurgia. O tio afirmou não saber o endereço, porém disse que saberia mostrar o local exato. No bairro ele identificou um bar situado em uma rua como sendo o local dos fatos. Foi solicitada perícia no local e a proprietária identificada.


Na delegacia, as testemunhas relataram que por volta das 23h40 duas mulheres se envolveram em uma discussão acalorada, que terminou em agressão recíproca. A discussão teria sido apaziguada em um primeiro momento, porém recomeçou instantes depois, desta vez envolvendo mais pessoas. A testemunha afirmou que avisou aos clientes que chamaria a polícia, mas como estava sem telefone foi até sua casa, que ficava próxima e ao retornar ouviu quatro ou cinco estampidos, e em seguida várias pessoas gritando. Ela viu duas pessoas caídas na rua. As vítimas teriam sido socorridas e em seguida ela fechou o bar, não sabendo quem efetuou os disparos.


A Guarda Civil permaneceu preservando o local até o trabalho da perícia. As investigações continuam visando a identificação do criminoso e a elucidação da motivação do crime.


O caso foi registrado no DP de Cotia em boletim de natureza "Homicídio tentado" (art. 121).




Comments


bottom of page