Embu das Artes: Desabamento deixa família soterrada próximo ao Rodoanel


A mãe e três crianças foram retirados do local já sem vida. As buscas pelos outros familiares continuam.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 21h30 desta terça-feira(29), para atender o desabamento de uma casa próximo ao Rodoanel Mario Covas, em Embu das Artes.

Com o desabamento, provocado pela forte chuva que atingiu a região, seis pessoas da mesma família foram soterradas.

As equipes retiraram quatro vítimas dos escombros, já sem vida. Segundo o Corpo de Bombeiros, os quatro mortos seriam a mãe e três filhos: um bebê, um menino de cinco anos e outro de sete anos.

Vizinhos disseram aos policiais que no local ainda estariam o pai, a avó e mais um bebê de um ano e cinco meses.

Na manhã desta quarta-feira, uma equipe de 16 viaturas e 48 bombeiros trabalhavam no local em busca de sobreviventes.

Com o desabamento, outras três residências próximas foram atingidas.


O prefeito de Embu das Artes lamentou a tragédia e encaminhou nota à imprensa:


Prefeitura Municipal de Embu das Artes

NOTA À IMPRENSA


Devido às fortes chuvas que atingiram Embu das Artes no final do dia de ontem (29/12), houve um desabamento, infelizmente, com vítimas fatais. A ocorrência foi no bairro Jardim do Colégio, seis pessoas da mesma família foram soterradas, das quais quatro já foram localizadas e duas continuam desaparecidas. Os bombeiros trabalham no local com aproximadamente 40 homens. No bairro Santa Tereza, um homem de 56 anos foi arrastado pela correnteza. Apesar de ter sido socorrido, faleceu antes de chegar ao Pronto Socorro.


O prefeito Ney Santos lamentou as mortes e se solidarizou com os familiares. “Quero me solidarizar com as famílias que perderam seus parentes nesses trágicos acidentes. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de intensa dor”, disse.


A Prefeitura de Embu das Artes criou a Central Estratégica de Combate às Chuvas que estará de plantão à disposição da população embuense. Aproximadamente 100 pessoas foram atendidas pelos serviços de acolhimento e de saúde.


A base está no endereço:

Escola Municipal Elza Marreiro Medina

Rua Bolívia, 200, Jd. dos Moraes


Dois Cras também estão de prontidão para atender as famílias das 9 às 17h hoje.

CRAS COLÉGIO - R.Pégaso, 294-406, CÉU Jd. do Colégio.

CRAS VAZAME - Rua dos Canários, 2576 – Jd. Vazame


Além disso, em caso de emergência, os munícipes devem entrar em contato com a DEFESA CIVIL através do número 4785-1271, SAMU 192 ou GCM 153.

Como funciona a Central?


A Central Estratégica de Combate às Chuvas é uma força-tarefa das secretarias da Prefeitura de Embu das Artes para auxiliar a população neste momento.


Há o Gabinete Estratégico que coordena as ações de acordo com as demandas, informando as necessidades a cada gestor de pasta.


A Secretaria de Serviços Urbanos já está realizando a limpeza dos pontos de entulho e a desobstrução das bocas de lobo.


As famílias que estão em áreas de risco já estão sendo cadastradas pela Secretaria de Desenvolvimento Social e encaminhadas para locais seguros. Há apoio psicológico às famílias de vítimas e desabrigados.


A Secretaria de Saúde disponibilizou ambulâncias para os locais de risco e criou um plano de emergência em caso de necessidade.


A Defesa Civil está mapeando e isolando as áreas de riscos e residências comprometidas.


Há monitoramento permanente da EM Elza Marreiro, base da Central pela Secretaria de Segurança.


A Secretaria de Suprimentos já disponibilizou colchões e cobertores aos desabrigados.


A base da Central está sendo mantida pelos colaboradores da Secretaria da Educação que também está recebendo doações.


Embu das Artes, 30 de dezembro de 2020.

Secretaria de Gestão Tecnológica e Comunicação


Imagem: Reprodução TV Globo