Embu das Artes: Prefeitura encerra as atividades do 1° Centro Médico de Combate ao Coronavírus


Um memorial será erguido no Parque Francisco Rizzo com o nome de cada uma das 106 vítimas embuenses vencidas pelo Covid-19

Na última sexta-feira, dia 10/7, após mais de 100 dias, a Prefeitura de Embu das Artes encerrou as atividades do 1° Centro Médico de Combate ao Coronavírus do Brasil instalado no Parque Francisco Rizzo. 


No local passaram mais de 4.500 pessoas, em uma estrutura que foi levantada em apenas cinco dias. Diante da pandemia mundial do novo coronavírus e antes mesmo do primeiro caso na cidade, o prefeito Ney Santos, juntamente com o gabinete de crise, determinou a construção do espaço destinado exclusivamente para os pacientes com a Covid-19. Foi uma ação pioneira na região e que se tornou referência nacional. 


O evento de encerramento aconteceu seguindo os protocolos de segurança, e de forma breve, o prefeito falou da satisfação de ter oferecido um espaço de qualidade minimizando os efeitos da doença na cidade. Ao longo do combate, 106 pessoas acabaram sendo vencidas pela Covid-19, e em respeito e homenagem à esses embuenses falecidos, um memorial será erguido no Parque Francisco Rizzo com o nome de cada uma das vítimas. 


Embu das Artes está na fase amarela do Plano São Paulo (para reabertura gradual de comércios e outras atividades), dessa forma foi permitida a retomada de diversos serviços. No entanto, ainda é preciso seguir as normas como o uso de máscaras e evitar aglomerações. Para novos casos da doença, o segundo hospital de campanha, localizado no Jardim Vazame, continuará com os atendimentos. O local conta com 60  leitos, sendo 5 UTI´s e 5 SEMIUTI´s, e um tomógrafo computadorizado.


Serviço: 

Centro Médico Embuense de Combate ao Coronavírus – Unidade Vazame

Endereço: Rua São Lucas, 92, Jardim Vazame, Embu das Artes

Aberto 24 horas