Férias: Com efeitos especiais e ilusionismo, super produção “Cinderella” faz curta temporada em SP


Espetáculo musical tem os diálogos e as músicas cantadas em português, duração de 120 minutos

Que tal aproveitar o período de férias na cidade de São Paulo para curtir uma das histórias de amor mais famosas de todos os tempos? A super produção musical Cinderellachega em boa hora ao Teatro Claro-SP, no Shopping Vila Olímpia! A temporada estreia no dia 8 de janeiro e utiliza muitos efeitos especiais, gelo seco, truques de ilusionismo – como levitação e o vôo de um fantasma! – e até aromas para proporcionar uma verdadeira experiência imersiva para os pequenos espectadores.


O musical é uma adaptação do diretor e produtor Billy Bond e Lilio Alonso para o livro dos Irmãos Grimm. Com produção da Cia Black and Red – que realizou outros tantos espetáculos de sucesso, como a recente temporada de “A Bella e a Fera – O Musical” e agora em dezembro o espetáculo “Natal Mágico” – , o espetáculo musical “Cinderella” tem os diálogos e as músicas cantadas em português, duração de 120 minutos, embalados por 37 músicas compostas especialmente para a peça, quatro cenários principais com vários telões de LED de última geração (como 4D) , 180 figurinos e trilha sonora especiais.


Em Cinderella, em média, 48 profissionais trabalham durante a sessão – do maquiador à produtora, passando por técnicos, atores e bilheteiros, alem de 26 atores, 16 pessoas no corpo de baile e uma orquestra ao vivo.

“Sempre tentamos contar a história como foi escrita originalmente pelo autor. A tecnologia moderna, como os telões de LED, os efeitos especiais, os cenários e figurinos e a música ajudam a narrar a história e a prender o espectador, principalmente as crianças, que são muito inteligentes”, afirma o aclamado diretor do espetáculo, o italiano naturalizado argentino, Billy Bond.


Cinderella em tempos de Covid-19?

Uma curiosidade é que a adaptação do espetáculo aos tempos pandêmicos foi muito além dos protocolos padrão da Covid-19. Bond tratou de incluir, em algumas cenas, de forma sutil e criativa, marcações ressaltando a importância do uso do álcool gel e do distanciamento social.

A montagem mantém também coreografias adaptadas ao protocolo de ações contra a Covid-19, atores com máscara e a realidade do cotidiano da pandemia inserida no espetáculo, tanto na encenação como no texto.


Temporada e ingressos

O musical fica em cartaz até 20 de fevereiro, com apresentações aos sábados às 16h00 e domingos às 15h30. Os ingressos variam entre R$75 e R$200, o valor pode ser parcelado em até 12 vezes. Crianças até 2 anos, sentadas no colo dos pais, não pagam ingresso. Crianças de 2 a 12 anos pagam meia entrada.


Os setores disponíveis são:

  • Balcão: Inteira R$150 | Meia-entrada R$75 | Com o código SPPC40 fica por R$90

  • Balcão Nobre: Inteira R$180 | Meia-entrada R$90 | Com o código SPPC40 fica por R108

  • Plateia: Inteira R$200 | Meia-entrada R$100 | Com o código SPPC40 fica por R120

Do São Paulo para crianças

41 visualizações