GCM prende falso policial civil em Osasco


Indivíduo estava extorquindo comerciantes na região central da cidade.

No último sábado, por volta das 11h, Guardas Civis estavam de serviço na Base Comunitária da Praça Antônio Menck, em Osasco, quando uma senhora solicitou apoio alegando ser vendedora de uma loja. Ela contou que expõe as mercadorias próximo da saída da estação de trens da CPTM, e também indica clientes à loja onde trabalha.

Por volta das 08h50, surgiu um indivíduo o qual dizia ser policial civil, e exigia o pagamento no valor de R$100,00(cem reais) para que ela continuasse trabalhando. Segundo o indivíduo, esse valor seria enviado para a Base da GCM, caso contrário, ela seria impedida de trabalhar ali.


Em contato com o proprietário da loja, este disse aos guardas que soube que a sua funcionária foi abordada por um indivíduo, o qual dizia ser policial civil e exigia o tal pagamento. O proprietário também alegou que esse mesmo indivíduo o extorquiu anteriormente, por duas vezes, levando R$100,00 (cem reais) em cada vez. Porém ele não solicitou apoio policial e nem registrou o fato.


Os guardas foram para o local indicado, onde o indivíduo de 33 anos foi apontado e abordado. Perguntado se era policial civil, ele disse que não, mas não apresentou documentação. Foi feita a revista pessoal e nada de ilícito foi encontrado.


Diante dos fatos, todos foram conduzidos ao Plantão do 5ºDP/Osasco, onde o delegado de plantão tomou ciência dos fatos e determinou o registro do boletim de ocorrência de natureza "Flagrante de Extorsão (art. 158); Falsa identidade (art. 307); e Tráfico de influência (art. 332)".


O indivíduo foi preso em flagrante e encaminhado à Cadeia Pública de Osasco.

67 visualizações